3 de julho de 2020

NA BIO-MANGUINHOS

Vacina contra a Covid-19 deverá ser produzida no Brasil até o final do primeiro trimestre de 2021

Até o primeiro trimestre de 2021 a Bio-Manguinhos deve começar a produzir em território nacional a vacina contra a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Trata-se de um acordo firmado entre o Governo Federal e a empresa farmacêutica AstraZeneca, que realizará a transferência de tecnologia.

Unidade da Bio-Manguinhos, no Rio, vai ser adaptada                                     Foto: Divulgação

Para que essa produção seja possível, a instituição que é um braço da Fundação Oswaldo Cruz para a fabricação de vacinas, realizará um investimento de US$ 15 milhões para adaptar sua fábrica. Isso também possibilitará a ampliação da capacidade de fabricação em 30 milhões de doses todos os meses.

Segundo o diretor da Bio-Manguinhos, Maurício Zuma, o acordo com a farmacêutica deve acontecer até o fim deste mês e, em oito meses a transferência de tecnologia deverá ser concluída. Ou seja, até o fim do primeiro trimestre de 2021 a produção deve ser iniciada no Brasil.

“A vacina ainda está em estudos clínicos e possivelmente não estará totalmente aprovada nesse período. Mas, tão logo for registrada na Anvisa, já teremos lotes para iniciarmos a imunização”, destacou Zuma.

Ainda de acordo com Maurício Zuma, a produção da vacina contra a Covid-19 em território nacional possibilitará à Bio-Manguinhos ter acesso a uma plataforma tecnológica que ainda não domina e fará com que o Brasil não fique dependente de outros países. (Com informações do Valor)

Mais notícias

Ver tudo de Sem categoria