14 de janeiro de 2020

Produção a caminho

Renault Alaskan: o sonho não acabou

577547040e216345751c0e14renault 80122 Global En

Se muita gente achou que a picape Alaskan, da Renault, não “decolaria”, “era conversa fiada”, errou. Na Argentina, segundo o novo gerente de produto da marca, Juan Manuel Alliati, o modelo que teve sua produção postergada por conta da crise econômica, terá uma segunda chance na fábrica de Santa isabel, em 2020, na própria Argentina.

1zrnzw34bfj9snl63xm4fui5n

O executivo afirmou que o projeto Alaskan está mais vivo que nunca e que esse ano viu uma nova oportunidade para lançá-la. “Sua fabricação foi postergada, não cancelada”, chegou a dizer. “Nossa fábrica, em Córdoba, completa 65 anos em 2020 e está capacitada para produzir 70 mil picapes por ano.”.

Alliati ainda reforçou que em nenhum momento a Renault pensou em importar a Alaskan de outro mercado e encerrar a produção local. “Sabemos que a retenção no campo é um entrave contra este segmento, mas estou convicto de que a Alaskan será um grande sucesso”, afirma. “Vemos uma oportunidade nos impostos, já que picapes e veículos comerciais têm isenções na Argentina”.

Mais notícias

Ver tudo de IN Road