Hatch premium

Novo Peugeot 208 é lindo, charmoso, sedutor, mas é valente quando é instigado?

Por jota - Em 23 de julho de 2021

Jota Pompílio, editor

 

Img 20210723 Wa0010

Fotos Jota Pompílio

Cedido gentilmente pela autorizada da Peugeot em Fortaleza, a Pigalle, na Av. Washington Soares, 2271, do Grupo ADTSA, pegamos o Novo 208 e o dirigimos para sentir se esse “leão francês ruge alto ou não”. Nos semáforos, alguém pediu para baixar o vidro e perguntou o preço. Do outro lado, no canteiro central, algumas pessoas apontavam o dedo para o hatch. Resumindo: não há como, ele chama atenção por todos os lados.

Img 20210723 Wa0008

A bordo, sentado em um cockpit que mais parece um carro de Fórmula Um, (amei o formato da direção) a primeira impressão ao dirigir a versão top de linha, a Griffe, vem do conforto. A cadeira do motorista e do passageiro parecem que abraça você. Testei na zona urbana de Fortaleza e o motor 1.6, de 118 cv  e câmbio automático do Novo 208 rodou macio e silencioso. Depois, o destino foi a Paracuru, cerca de uma hora e meia da Capital.

Img 20210723 Wa0009

O console central segue impressionando bem com um porta-objetos onde fica o carregador de celular por indução (ele possui uma tampa que vira uma bandejinha quando aberta) e os comandos do tipo tecla de aviação abaixo da ventilação, com acabamento metalizado. As maçanetas são cromadas desde a versão de entrada Active, enquanto o painel recebe uma faixa de toque macio a partir da intermediária Allure. A multimídia tem tela de 7″ e conta com conexões Apple CarPlay e Android Auto.

Peugeot 208 2019 Gt Line

Segurança acima de tudo!

Baixinho, encorpado e ótimo para estacionar, quando o assunto é segurança o Novo 208 conta dois airbags frontais, dois laterais, freios ABS, controle de estabilidade, acendimento automático das luzes de emergência após frenagem brusca, ISOFIX e assistente de partida em rampa e isso desde a versão de entrada. Na que testamos, a top, que custa a partir de R$ 90.990,00, acrescenta o alerta de colisão, frenagem de emergência automática, auxílio de farol alto, reconhecimento automático de sinalização de velocidades, detector de fadiga e alerta e correção de permanência em faixa.

Img 20210723 Wa0012

Fachada da Pigalle em Fortaleza

A dianteira recebeu para-choques maior e, nesta versão, traz um conjunto de iluminação de LED com tecnologia inteligente, que entende quando há um carro vindo em direção contrário e abaixa o facho de luz para que não se ofusque a visão do outro motorista. Um modelo desse, dá para viajar até de noite, né?

A posição de dirigir é ótima e o câmbio fica em boa posição e tem a tela que informa sobre qual posição se está posicionada ao lado do porta-objetos. Na versão Griffe há também carregamento do celular por indução, outra novidade que estreia na linha, assim como a câmera de ré com visão 360 graus.

Img 20210723 Wa0013

Nas rodovias, o motor responde bem e quando embala, as ultrapassagens são feitas com uma melhor margem de segurança. Em manobras de pequeno espaço, ele te dá confiança! Quando os vidros estão fechadas, o conforto acústico é ótimo.

O câmbio é sempre o automático de seis marchas e as trocas são suaves. A suspensão nos dá uma boa estabilidade. A suspensão e o amortecimento parecem estar muito bem ajustados. Sim, o motor ruge e alto quando pede, viu?!

 

 

 

Mais notícias

Ver tudo de IN Road