30 de abril de 2021

A lenda vem aí

Não é novela! A Nova Kombi deverá ser lançada ainda este ano

Jota Pompílio, editor

 

G58

Last Edition de 2013 onde deixou de ser fabricada no Brasil

No Brasil, assim como Fusca, ela foi um fenômeno e amada por gerações de brasileiros. É tanto que quando ela deixou de ser fabricada houve uma choradeira geral, principalmente, por comerciantes! Bom, a ótima notícia é que após divulgar teasers no começo de 2021, a Volkswagen mostrou recentemente novas imagens da “Nova Kombi” na Alemanha. Pelas informações que andam circulando, relatam que o veículo terá cinco assentos individuais removíveis e segunda fileira giratória (180º) para ficar de frente à terceira ala .

Teaser For 2022 Volkswagen Transporter 100786482 L 990x568

Teaser For 2022 Volkswagen Transporter

Entre as opções de conjunto mecânico da “Bulli” – como é carinhosamente conhecida pelos europeus, estarão disponíveis o 2.0 turbo, de até 190 cv, que funciona com câmbio automatizado, de dupla embreagem de 7 marchas, com tração integral. Eita, ela vai estar é potente, né? Além disso, também haverá versão híbrida plug-in. Todas começarão a chegar ao mercado europeu em novembro.

Aqmcvwwq267gdvs0nmzikbkry

Nela, também terá freio de mão eletrônico que pode ser ativado automaticamente ou com o apertar de um botão. “Tiramos a alavanca de câmbio do centro, liberando o espaço no meio, e, com isso, o motorista ou passageiro pode passar para a parte traseira, sem problemas”, disse o chefe de design de Veículos Comerciais da Volkswagen, Albert Kirzinger.

A “Nova Kombi” será feita na plataforma atualizada MQB , a mesma do Golf VIII, e espera-se esta nova geração seja equipada com tração dianteira e integral e motores diesel e gasolina, podendo ter sistema híbrido-leve, visando na redução no emissões de poluentes e consumo de combustível. Outra possibilidade que anda rondando pela imprensa especializada é uma variante híbrida plug-in. O fato importante é que, independente da versão, ela renascerá e se der certo por lá e por que não  o Brasil?  Sem dúvida, será um ótimo mercado consumidor para um modelo que já embalou e deu trabalho a muita gente! Resta saber se ela emplaca como emplacou sua antecessora!

 

 

Mais notícias

Ver tudo de IN Road