17 de fevereiro de 2021

Combustível limpo

Com o novo Cooper SE, Mini entra de vez na era elétrica

Jota Pompílio, editor

 

Mini Cooper Se 2019

Mini Cooper SE

Sua estreia está sendo aguarda ainda neste primeiro semestre. Para Saulo Parente, gestor da Haus BMW – autorizada em Fortaleza, “será um grande salto para a marca, a Mini, e uma quebra de paradigma importante”. No visual, o Cooper SE é bem próximo do Mini que você flagra nas ruas, no dia a dia, mas com alguns detalhes que vieram do conceito apresentado no Salão de Frankfurt de 2017. Uma delas: as rodas de liga leve com design retrô e a ausência de uma saída de escapamento é mais uma indicação de que este carro não tem motor a combustão.

Maxresdefault

 

Sob o capô, “respira” um motor elétrico, posicionado no lugar onde estaria uma unidade a gasolina – algo curioso, já que muitas marcas posicionam o motor elétrico diretamente no eixo. Ele produz 184 cv, que movem as rodas dianteiras, com a promessa de manter a dinâmica parecida com a de um kart graças a um “inovativo sistema dinâmico de condução com um diferencial blocante próximo do atuador.”

A296aa92 A6fb 4597 9df2 57c05182b077 1365x1024

Assim como todos os outros carros elétricos por aí, o torque máximo está disponível logo ao acelerar. Com 27,5 kgfm, o Mini Cooper SE vai de 0 a 60 km/h em 3,9 segundos, precisando de 7,3 segundos para alcançar os 100 km/h. A Mini ainda diz que o hatchback consegue correr de igual para igual com esportivos a combustão pelos primeiros 60 metros. Porém, a velocidade máxima é limitada a 150 km/h, para não acabar com a carga das baterias.

Como recarregar?

Na hora de recarregar, basta usar a porta de recarga localizada acima da roda traseira direita, o mesmo lugar do tanque de combustível dos outros Mini. Leva duas horas e meia para recuperar até 80% da carga com uma tomada de 11 kW, precisando de três horas e meia para chegar aos 100%. Se utilizar uma estação rápida de 50 kW, o tempo necessário para alcançar os 80% cai para 35 minutos.

Para atrair os interessados, a Mini deixou o Cooper SE bem equipado. Vem com faróis de LED, ar-condicionado automático de duas zonas, central multimídia de 6,5″ com navegador e mais. Por um custo a mais, é possível colocar a tela sensível ao toque de 8,8″, acabamento em couro e ainda conta com quatro pacotes de visual com acabamento e rodas diferenciadas.

Em termos de praticidade, o Cooper SE oferece os mesmos 211 litros de porta-malas que o modelo normal. Rebatendo os bancos, o espaço sobe para 731 litros. Bom, para quem gosta de viajar, uma beleza, nè?

 

 

 

Mais notícias

Ver tudo de IN Road