24 de janeiro de 2020

Opção de compra

Carros usados: vendas continuam aquecidas e melhoram ano a ano

Bwi3idwml77drr70hgp3htbei

Enquanto uns preferem um zero-quilômetro, outros desejam um seminovo como opção para seu dia a dia. E põe opção nisso! Pelo oitavo ano consecutivo as vendas de carros usados cresceram. Em 2019, por exemplo, houve um aumento de 2,2% no número de transferências em relação a 2018. Não é à toa que autorizadas têm cada uma seu ‘Departamento de Usados’ e os vendem com garantia e confiabilidade. Esse comportamento também estende-se ao setor premium.

Destaque Carro Usado

Os dados foram divulgados pela Fenauto – federação das associações de revendedores de veículos – que reúne lojistas multimarcas, indicam que o setor continua vigoroso, com um volume quase seis vezes maior que o do mercado de carros novos. Para quem gosta de detalhes, foram 14.592.691 veículos comercializados, contra 14.275.382, em 2018. Os resultados ficaram dentro das expectativas, segundo Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto.

“As vendas mantiveram a tendência de resultados positivos, demonstrando uma recuperação sustentada. Ficamos muito satisfeitos também pela recuperação apresentada nas vendas de veículos zero quilômetro, já que eles são parte essencial para o crescimento do segmento de usados”.

Volkswagen Gol Track 2013 1503531233049 V2 1170x540

O queridinho

O Volkswagen Gol, que deixou a liderança de carros novos há alguns anos, continua sendo o preferido no setor de usados. Ele foi mais uma vez o líder de vendas, com 79.799 unidades em 2019. Como ele continua vendendo bem no setor de novos é provável que permaneça ainda por muito tempo na liderança entre os usados.

O segundo mais vendido foi o Fiat Palio, com 46965 unidades, depois o Fiat Uno, com 45.829 e o Ford Fiesta com 30.838.

Dicas do Road In antes de comprar um seminovo:

Confira a situação dos impostos

IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor), DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de vias Terrestres) e licenciamento são os principais impostos para que o documento do carro fique em dia. O segundo serve para amparar vítimas de acidentes de trânsito, tenha a pessoa sido culpada pela situação ou não.

Todos os dados podem ser checados no sistema do Detran: basta verificar a placa e o número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores). Assim, possível verificar se há multas ou impostos pendentes, seus valores e outras restrições, como financiamentos não quitados, envolvimentos em processos judiciais e bloqueios por falta de transferência.

Carreview

Verifique o motor

O motor é o coração do carro, e seu estado é uma característica que não deve se deixar de conferir em hipótese alguma, sendo parte determinante na hora da compra. Dessa forma, é recomendado que se abra o capô também, em vez de apenas verificar a estética e os itens opcionais. Se a fumaça estiver mais densa e com cor escura, se há vazamento de óleo nas juntas e ruídos anormais, não precisa pensar mais de uma vez para constatar que o motor não está em boas condições. É um item caro, por isso o ideal é fazer um check-up total para não ter um prejuízo lá na frente.

Comprar Carro Seminovo

Consulte um profissional que entenda do assunto

Pode ser amigo, familiar, alguém que você conhece há anos… Não interessa, não se deve confiar cegamente em ninguém na hora de comprar um carro seminovo. Além de checar tudo o que foi dito, não hesite em levar um mecânico ou um profissional do ramo automotivo de confiança na hora da vistoria. Ele saberá dizer se o veículo está em boas condições ou não.

Se puder levar o veículo à uma oficina, melhor ainda. Lá, poderão ser checados vários fatores, como possíveis danos no motor, peças que foram trocadas, danos causados por enchentes e detalhes estéticos que possam denunciar batidas.

Faça um test-drive

Se a procedência do automóvel e seus itens de segurança já foram verificados e você tem certeza de que ele é o que procurava, só resta saber ele vai atender ao que você espera em ação, e para isso, só pegando no volante. Parece bobagem, mas é importante haver compatibilidade entre carro e motorista, além de ser importante descobrir algum possível defeito no funcionamento. Você já dirigiu um carro ao qual não conseguiu gostar de jeito nenhum? Imagine só comprar um que te faça sentir assim e saber que terá que aguentá-lo por muito tempo…

Deixe seu comentário

Siga o @BaladaIN no Instagram