Test drive

Volkswagen Amarok esbanja força, economia e potência por onde passa

Por jota - Em 10 de junho de 2021

Img 20210609 Wa0031

Fotos: Jota Pompílio em Paracuru, Ceará

Lançada em 2010, a Amarok mudou e mudou para melhor! Embora não venda na mesma proporção que suas concorrentes, a picape da VW ganhou seu “mundinho próprio” quando embutiu o motor 3.0 V6 turbodiesel em 2018 – e desde então ostenta o título de picape média mais potente do Brasil. 

E para reforçar nesta nova linha, o 3.0 V6 foi recalibrado (e ganhou uma bomba de arrefecimento extra), indo de 225 cv para 258 cv e de 56,1 kgfm para 59,1 kgfm de torque. O “overboost”, que segue sendo acionado por até 10 segundos entre 50 e 120 km/h quando o acelerador é totalmente pressionado, vai dos 245 cv a 272 cv máximos. “É um monstro!!!” – no bom sentido da palavra, é claro!

Img 20210609 Wa0019

Marcelo Fernandes

“A Amarok hoje possui um motor de 258cv de potência, que é um grande diferencial deste novo modelo. Agregando potência e economia tanto na estrada quanto na cidade. Possui um ótimo espaço interno aumentando o conforto de todos os ocupantes”, destaca Marcelo Fernandes, gerente da Nacional – autorizada Volkswagen “da Av.Washington Soares”, na capital cearense.

Img 20210609 Wa0034

“No pega pra valer”

Todas essas características, sentimos quando fizemos o test drive dela saindo de Fortaleza (CE) para Paracuru – município que fica cerca de 1h30min da capital. Embora feita para explorar estrada off road ou pistas, seu lugar preferido é uma estrada que, de preferência, tenha asfalto bom, várias faixas e esteja vazia. Por quê? Praticamente, ela voa! Basta pegar uma rodovia que, se você não ligou o piloto automático, é quase garantido que a velocidade legal da via já tenha sido ultrapassada. A VW fala em uma velocidade máxima de 190 km/h, mas o que impressiona é como ela chega lá. Estabilidade também é seu forte!

Img 20210609 Wa0033

A direção hidráulica é mais comunicativa e mais direta. Segue passando a sensação de um carro de passeio e olha que ela pesa 2.134 kg e mede 5.254 mm de comprimento. O consumo não mudou apesar da potência extra, marcando 9,1 km/l na cidade e 11,2 km/l na estrada. Quando o assunto é freio, frear de repente, a Amarok V6 é a única do segmento com discos ventilados nas quatro rodas, o que a levou de 100 km/h a zero em bons 41,9 metros.

Img 20210609 Wa0037

Para quem vai usá-la na terra, no mundo off-road, há bloqueio de diferencial e um botão Off-Road que ativa uma programação específica de freios ABS, controles de tração e estabilidade, controle de descida e até mesmo do câmbio. Detalhe: secar os pneus na medida certa quando subir em dunas, ok?

De acordo com Marcelo, na Nacional, a Amarok começa a partir de R$ 267.910,00 na versão V6 HIGHLINE e a partir de R$ 282.380,00 na versão V6 EXTREME e seus consumidores são “empresários, executivos de grandes empresas, clientes que querem segurança em trechos off-roads sem abrir mão do conforto na cidade”, ressalta.

Jota Pompílio, editor
jota@baladain.com.br

 

 

 

 

Mais notícias

Ver tudo de IN Road