PROJETO EM ANÁLISE

Usina eólica offshore no litoral de Caucaia deverá produzir 600 MW e receber investimento de R$ 7 bilhões

Por Marcelo - Em 25 de março de 2021

O Ceará deve ser pioneiro na instalação de uma usina de energia eólica offshore (dentro do mar) no Brasil, que receberá investimento de R$ 7 bilhões no seu processo de implantação. Localizado no município de Caucaia, próximo ao Complexo Industrial e Portuário do Pecém, a previsão de sua capacidade instalada gira em torno de 600 megawatts.

Eólica offshore no Ceará terá custo de instalação inferior à Europa                  Foto: Divulgação 

O projeto já está sendo analisado por uma equipe de técnicos do Ibama e prevê a instalação de torres com 150 metros de altura acima da linha da água, que sustentarão os maiores aerogeradores em operação no planeta, com potência variando de 13 MW a até 15 MW.

O projeto da usina pertence à empresa BI Participações e Investimentos (BIPI), que tem o controle acionário nas mãos da Imprese e da Sviluppo, ambas da Itália. No Ceará, ela é representada pelo engenheiro Lúcio Bonfim, que está com seu projeto em fase avançada de análise no Ibama, para obter a Licença Prévia.

Ele ressalta que o custo de instalação da usina offshore no litoral de Caucaia deve será significativamente inferior aos similares existentes na Europa, uma vez que além de algumas questões climáticas, a profundidade das águas onde as usinas foram implantadas variam de 80 a 150 metros, enquanto aqui são inferiores a 20 metros.

Dentre as empresas que estão concorrendo para fornecer os aerogeradores estão a Vestas (que fabrica aqui no Ceará sua maior turbina em território nacional, a V150-4.2 MW), a Siemens, a GE e a Myngyang. Esta última, originária da China, e que já solicitou ao Ibama Licença Ambiental para instalar uma unidade fabril na região do CIPP.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business