POTENCIAL DE EXPANSÃO

SoftBank assume a operação da WeWork na América Latina em uma joint venture

Por Marcelo - Em 26 de maio de 2021

O SoftBank Latin America Fund assume a operação da WeWork no continente e terá a ex-CEO da Uber no Brasil, Cláudia Woods, no comando, conforme foi anunciado nesta quarta-feira (26). A WeWork, que atua no segmento de escritórios compartilhados, também está preparando seu IPO no mercado norte-americano, por meio da fusão com uma empresa de propósito específico (Spac), listada na bolsa dos EUA, a BowX Acquisition, avaliado em US$ 9 bilhões.

Amplos espaços de coworking marcam a atuação da WeWork                           Foto: Divulgação

No continente latino-americano a relação entre a WeWork e o SoftBank será realizada por meio de uma joint venture, a exemplo do que já ocorreu em outros mercados como Japão, Israel, China e Índia, e é uma tentativa de recuperar as perdas geradas pela pandemia de Covid-19, que provocou a vacância de espaços de coworking pelo mundo afora, devido à adoção de home office por parte de muitas empresas.

O objetivo principal da WeWork é ampliar sua presença na América Latina já a partir deste ano. “O modelo de operação local já provou ser bem sucedido em nossos mercados na China, Japão e Índia, onde temos visto um crescimento positivo e consistente”, afirmou em nota, Sandeep Mathrani, CEO da empresa de escritórios compartilhados.

Por sua vez, Marcelo Claure, CEO do SoftBank Group International e chefe do conselho da WeWork, também acredita no potencial da operação. “O espaço de trabalho flexível é uma megatendência global, com grande potencial na América Latina. Estamos ansiosos para ampliar as ofertas na região”, ressaltou.

Com a parceria, a WeWork aportará seus ativos no Brasil, Argentina, México, Chile e Colômbia. Já o SoftBank entrará com cerca de US$ 5 bilhões em caixa e realizará a gerência operacional do negócio, tendo à frente Cláudia Woods, que possui muita expertise, pois já trabalhou na Walmart.com, Banco Original e Webmotors.

Como cerca de 90 espaços corporativos compartilhados em 18 grandes cidades da América Latina, a WeWork relatou que nos primeiros meses deste ano a taxa de ocupação de seus empreendimentos registrou uma expansão de “dois dígitos”, atingindo quase 50%.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business