EM PARCERIA COM A FIEC

Senai Ceará dá o start no primeiro curso voltado à cadeia de Hidrogênio Verde

Por Marcelo - Em 27 de setembro de 2021

As energias renováveis são fundamentais para o desenvolvimento sustentável e o Hidrogênio Verde é uma das principais soluções para uma economia limpa. Dentro desse contexto, o Ceará está despontando no cenário nacional como um Hub de produção e exportação de H2V.

Paulo Holanda e Ricardo Cavalcante destacam a relevância do Hub de H2V         Foto: Portal IN

Os empreendimentos vão gerar emprego e renda para a população. Para atender a essa crescente demanda por profissionais qualificados, o Senai Ceará sai na frente e promove o primeiro curso de Introdução ao Hidrogênio Verde, na modalidade EAD, destinado ao público geral. As aulas iniciam nesta segunda feira (27), em um webinar transmitido pelo canal do Senai Ceará no YouTube, às 14 horas, com participação do diretor Regional da instituição, Paulo André Holanda.

O curso abrange toda a cadeia de valor do Hidrogênio Verde e apresenta as oportunidades do novo mercado. O conteúdo inclui conhecimentos técnicos, regulatórios e ambientais sobre produção, armazenamento e transporte do H2V, tendo em vista as oportunidades e tendências do mercado internacional e nacional. As aulas foram elaboradas por especialistas e pesquisadores da Federação das Indústrias do Estado do Ceará, ABH2, Hytron, Unicamp, AHK, Trendtech e Mitsidi, apoiados pela Thyssen krupp, White Martins, Siemens Energy e Air Products.

Esse é o primeiro curso de uma série de outros que serão lançados, em breve, pelo Senai Ceará. O presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, considera o momento histórico para o Estado, pois a produção do H2V poderá mudar a indústria, a economia e o perfil socioeconômico cearense. “O Ceará, com toda essa capacidade de geração, poderá, sim, se tornar um grande produtor mundial de Hidrogênio Verde. Parabenizo o Governo do Estado e a todos os envolvidos”, afirmou.

Participam do webinar os professores do curso: Monica Saraiva Panik (FIEC/ABH2), Gerhard Ett (FEI), Daniel Lopes (Hytron/NEA Group), Fernando Nunes (UFC), Joaquim Rolim (FIEC), Sidney Gonçalves (Trendtech), Paulo Emílio de Miranda (ABH2 e UFRJ), Ênnio Peres da Silva (Unicamp), Ansgar Pinkowski (AHK) e Rosane Fukuoka (Mitsidi Projetos). Bem como Luiz Mello, da Thyssenkrupp e a Especialista Técnica de Energias Renováveis do Senai Ceará, Isabela Taveira. O mediador será o consultor de energia da FIEC, Jurandir Picanço.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business