2 de abril de 2020

Koningsdam

Porto de Fortaleza realiza operação de abastecimento de transatlântico

Navio Koningsdam está com 966 tripulantes a bordo, todos sadios                                                                     Foto: Divulgação

O Porto de Fortaleza realizou a operação de abastecimento de bebidas e alimentos para os 966 tripulantes do navio de cruzeiro Koningsdam, de bandeira holandesa, que seguiu viagem com destino ao Panamá, na tarde desta quinta-feira (2).

O embarque das mercadorias transcorreu de forma segura, permitindo à tripulação do navio realizar um percurso de aproximadamente 5.400 quilômetros via marítima e seis dias de navegação, com alimentação suficiente, que vieram em cinco contêineres.

O Koningsdam iniciou a viagem de 44 dias na Flórida em 21 de março, com 2.384 passageiros. Em sua primeira parada no Brasil, encerraria a temporada de cruzeiros do Terminal Marítimo de Passageiros (TMP) do Porto de Fortaleza no último dia 24 de março.

No entanto, a viagem foi interrompida na primeira atracação, no Caribe Oriental. Com o avanço da pandemia Covid-19 (coronavírus) no mundo e com todos os passageiros e tripulantes saudáveis, os 2.384 turistas desembarcaram no porto de Bridgetown.

Bebidas e alimentos foram embarcados na embarcação

Os tripulantes continuaram a bordo e com a necessidade de abastecer o navio com alimentos, foi solicitada uma parada no Porto de Fortaleza. Segundo a diretora-presidente da Companhia Docas do Ceará (CDC), Mayhara Chaves, essa foi uma operação atípica para o Porto de Fortaleza.

“É importante esclarecer que, apesar de toda a tripulação estar saudável, não houve desembarque e nem embarque de pessoas. Até mesmo porque há um decreto presidencial proibindo, neste período de isolamento social, a entrada de estrangeiros no País”, afirmou.

A ação, que pode ser considerada humanitária, tendo em vista a necessidade de suprir a falta de alimentos para a tripulação a bordo foi realizada pela CDC, em conjunto com a Capitania dos Portos, Receita Federal, Polícia Federal, Anvisa e Antaq.

Mais notícias

Ver tudo de Negócios