15 de outubro de 2020

OPERAÇÕES PORTUÁRIAS

Pecém bate recorde na movimentação de contêineres no mês de setembro

O Porto do Pecém registrou, em setembro, o melhor resultado de sua série histórica, batendo o recorde na movimentação de contêineres naquele terminal. Entre embarques e desembarques foram movimentados 39.207 TEU`s (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés).

Portêineres STS dão maior velocidade às operações no porto                         Foto: Divulgação

Isso representou uma alta de 6% em relação ao volume registrado em setembro de 2019, quando foram movimentados 34.916 TEU’s. O volume obtido no mês passado supera também o resultado alcançado em agosto último, quando 35.649 TEU´s passaram pela área de atracação do Porto do Pecém.

Entre os embarques na categoria de cabotagem, realizada entre portos no litoral brasileiro, foram movimentados 13.060 TEU´s. Já na navegação de longo Curso, com terminais de outros países, foram 4.314 contêineres.

Já nas operações de desembarque, o terminal de operações situado na área do Complexo Industrial e Portuário do Pecém movimentou 20.665 TEU´s no caso da cabotagem, e outros 1.168 unidades no longo curso.

A explicação para o incremento na movimentação de contêineres está no crescimento da cabotagem e da fruticultura, segundo Raul Viana, gerente de Negócios Portuários do CIPP, bem como na utilização de novas tecnologias nos procedimentos.

Porto do Pecém tem ampliado seu volume de operações nos últimos anos

“Temos na cabotagem e na safra de frutas 2020/2021 os dois principais motivos para essa alta nos números de setembro deste ano, o que reflete em nosso compromisso para entregar um serviço de alto nível aos clientes que confiam e utilizam da infraestrutura do Porto do Pecém para suas operações”, explicou Raul.

Hoje, todos os contêineres que passam pelo Porto do Pecém são movimentados por dois superguindastes do tipo STS (Ship to Shore), operados pela APM Terminals. Também conhecidos como portêineres, os STS, diferente de outros tipos de guindastes, possuem maior velocidade no desembarque e embarque de contêineres nos navios.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business