15 de setembro de 2020

ACORDO COM A SEPEC

Observatório da Indústria da FIEC vai passar dados ao Ministério da Economia visando à redução do Custo Brasil

O presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, assinou, nesta terça-feira (15), em Brasília, um acordo de cooperação técnica entre o Observatório da Indústria da FIEC e a Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia.

Ricardo Cavalcante e Carlos da Costa mostram o acordo assinado                 Foto: Divulgação

Trata-se de um projeto conjunto para monitoramento e redução do Custo Brasil, por meio da análise e da priorização de ações para recuperar a economia. “Isso significa que vamos construir uma base de dados com informações para todo o País. É um momento importante, que demonstra a capacidade do nosso Observatório da Indústria. Já estamos começando a trabalhar a partir de amanhã”, afirmou Ricardo Cavalcante.

“É uma grande contribuição que a FIEC está dando para todo o Brasil e servindo de exemplo para outras federações”, disse Sampaio Filho, diretor de inovação da FIEC e líder do Observatório da Indústria.

O acordo possibilitará que o Observatório da Indústria da FIEC disponibilize, ao Governo Federal, infraestrutura tecnológica integrada com uma plataforma virtual para acesso de informações e indicadores, de forma dinâmica e didática, subsidiando a tomada de decisões.

Dessa forma, o Ministério da Economia espera conseguir mapear e identificar áreas críticas para o ambiente de negócios e a competitividade; além de identificar, com base em experiências internacionais, possibilidades e ferramentas de estímulo aos setores mais afetados.

“Ficamos muito felizes com esse reconhecimento nacional, que demonstra a robustez do trabalho do Observatório da Indústria, construído ao longo dos últimos anos. Recebemos três visitas do ME ao longo do período. As informações produzidas pelos nossos pesquisadores serão utilizadas por uma instituição que, de fato, está interessada em alavancar a indústria e o desenvolvimento econômico”, explicou Guilherme Muchale, gerente do equipamento

Mais notícias

Ver tudo de IN Business