29 de junho de 2020

SOLUÇÕES PARA 60+

Neo lança programa de aceleração de startups com o tema “Longevidade Ativa”

Estão abertas as inscrições para a segunda edição da Neo Acelera, programa de aceleração da Neo Química. Com o tema “Longevidade Ativa”, apoiará negócios sociais voltados para os desafios da maturidade, que já impactem seu público alvo e tenham potencial para ganhar escala.

Caucaia teve o programa Idosos Conectados reconhecido nacionalmente                Foto: Divulgação

“Escolhemos o tema da longevidade antes da pandemia, e sua relevância ficou ainda mais clara após os últimos acontecimentos. A população madura já era um grupo social carente de soluções específicas para as suas necessidades e essa questão se intensificou”, disse Natalia Niro, gerente executiva da Neo Química.

As soluções das startups devem estar relacionadas aos seguintes temas, dentro do conceito de Longevidade Ativa: Aprendizagem ao longo da vida; Ocupação e vida profissional; Planejamento financeiro e saúde financeira; Mobilidade e autonomia; Movimentação e segurança; Gestão integrada da saúde; Cuidado e acompanhamento pessoal; Mente ativa e saudável, e Cuidados com o fim da vida. As inscrições podem ser feitas até 12 de julho pelo site: https://www.neoacelera.com.br/ e a vencedora poderá receber um incentivo de R$ 150 mil.

A geração com mais de 60 anos cresce 3% ao ano, mais do que qualquer outro grupo de pessoas, e no Brasil já chega a cerca de 30 milhões. Estima-se que, em 32 anos, será o sexto país com maior parcela da população 60+, devendo chegar a 67 milhões de pessoas.

Este público movimenta US$ 15 trilhões por ano globalmente. É a terceira maior atividade econômica do mundo. No Brasil, representa quase 20% do consumo: cerca de RR 1,6 trilhão anuais. Isso faz com que a longevidade seja uma grande oportunidade de negócio e de impacto social no Brasil.

“Temos um grande número de brasileiros acima dos 60 anos, ativos, com renda e usuários de tecnologia, mas com um leque de desafios ainda não atendidos. Negócios inovadores estão surgindo a cada dia para solucionar esses problemas e temos uma possibilidade de visibilidade não só nacional, mas também global. Ouso dizer que esse não é apenas um mercado, mas o mercado do futuro”, ressalta Layla Vallias, consultora na Hype60+ e uma das coordenadoras da pesquisa Tsunami 60+.

Mais notícias

Ver tudo de Negócios