12 de janeiro de 2021

AGENDA ESG

MRV selecionada para integrar a carteira do Índice Carbono Eficiente da B3

A MRV foi selecionada, novamente, para participar da 11ª carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2 B3) da bolsa brasileira. Integrante do índice desde setembro de 2019, a companhia é a única construtora que, pela quinta vez consecutiva, é reconhecida por se preocupar e trabalhar para minimizar os efeitos causados pela emissão de gases de efeito estufa na atmosfera, num trabalho contínuo para reforçar sua agenda ESG

Raphael Lafetá diz que empresa debate as mudanças climáticas                 Foto: Divulgação

O novo índice foi divulgado pela B3 vigora até o próximo dia 30 de abril. Neste ano, a nova carteira do ICO2 B3 aumentou o número de setores, passando de 13 para 22, reunindo 62 ações de 58 companhias. Além disso, a cada quatro meses, a carteira poderá sofrer alterações, com o objetivo de contemplar apenas ações que estão entre as 100 mais negociadas.

“Fazer parte de um índice tão importante como esse mostra que estamos seguindo o caminho correto, ao investir em práticas que englobem e fortaleçam a agenda ESG. De forma transparente, temos como foco reconhecer nossas ações em relação ao meio ambiente e promover discussões e engajamento sobre a mudança do clima no País”, afirmou Raphael Lafetá, diretor executivo de Relações Institucionais e de Sustentabilidade da MRV.

Signatária do Pacto Global da ONU desde 2016, a MRV tem por propósito mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção de medidas ESG, tendo como base os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável). “Além disso, desde 2016, a MRV atua fortemente para combater as mudanças climáticas, com a compensação de 100% dos gases de efeito estufa referentes às suas emissões diretas e aquisição de energia, por meio da compra de créditos de carbono”, explicou Lafetá.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business