12 de janeiro de 2021

PRESERVAR EMPREGOS

Maia Júnior e Ricardo Cavalcante buscam um investidor para comprar a Troller

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Maia Júnior, afirmou que o Governo do Ceará, em parceria com a FIEC, vai tentar manter o funcionamento da fábrica da Troller, em Horizonte, incluída no plano de desinvestimento da Ford, que anunciou o fechamento de suas unidades no Brasil. Ele já haviam discutido, ontem, políticas de fomento ao desenvolvimento industrial no Ceará, durante reunião na Casa da Indústria.

Maia Júnior e Ricardo Cavalcante buscam investidor                                       Foto: Divulgação

“Estamos, junto com o presidente Ricardo Cavalcante, iniciando um projeto de buscarmos um comprador para a fábrica da Troller, pois ela produz um veículo bem aceito no mercado; tem uma base automatizada, com boa produtividade, e acredito que vamos encontrar um investidor. O veículo passou por algumas atualizações recentes e a ideia é que não deixe de ser fabricado”, disse

Ele falou que vão deixar o momento mais quente da notícia do plano de desinvestimento passar, traçar uma estratégia de ação, saber quais as expectativas da Ford, o valuation da unidade fabril, pois o mercado é que deverá definir os valores a serem pagos. E esta é uma relação entre quem deseja vender e quem deseja comprar.

“Mas isso não é uma função do Governo do Ceará. Poderemos dar um apoio relativo ao fechamento da transação, como a prorrogação de algum incentivo fiscal, renovação de contratos, e outras situações com o objetivo de facilitar a negociação. A grande vantagem do Ceará é que ainda teremos um prazo de mais de 11 meses para tentarmos uma solução para esse desafio”, lembrou o titular da Sedet.

Troller tem boa aceitação no mercado de veículos 4×4 no Brasil e exterior

De acordo com uma pesquisa realizada junto ao Caged de novembro, a fábrica teria 583 funcionários, e ontem a Ford anunciou que seriam 470 empregados. Nos dois casos é um número significativo para um município do tamanho de Horizonte. “Então o grande objetivo do Governo do Ceará é manter a fábrica em funcionamento, para garantir os postos de trabalho e o desenvolvimento de Horizonte”, ressaltou o secretário.

Ele lembrou, ainda, que esse número é referente aos postos de trabalho diretos, gerados no chão da fábrica, mas existem mais integrantes na cadeia produtiva, como as concessionárias, oficinas mecânicas especializadas em veículos 4×4, dentre outros. “Tem as equipes das transportadoras que levam os jipes para os pontos de venda; fornecedores de peças e acessórios, muita gente envolvida”, completou Maia Júnior.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business