IMUNIZANTE DA CHINA

Laboratório CanSino solicita autorização da Anvisa para utilizar emergencialmente vacina aplicada em dose única no Brasil

Por Marcelo - Em 19 de maio de 2021

O laboratório chinês CanSino Biologics ingressou com um pedido junto à Anvisa para que seja autorizado o uso emergencial de uma vacina contra a Covid-19 que desenvolveu, vem sendo utilizada na imunização da população chinesa e é aplicada em apenas uma dose.

CanSino Biologics pretend utilizar sua vacina no Brasil                                     Foto: Divulgação

A solicitação foi feita oficialmente no fim da noite de ontem, pela empresa Belcher Farmacêutica, que representa o laboratório chinês no Brasil. Em nota, a Anvisa ressaltou que já começou a analisar os documentos apresentados e que o resultado deve ser divulgado em até sete dias úteis.

Caso venha a ser autorizada pela agência reguladora, este será o segundo imunizante desenvolvido na China contra o novo coronavírus, que será utilizado em território nacional. Até agora o País vem utilizando a CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan. Além das vacinas produzidas pela AstraZeneca e a Pfizer.

O próprio embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, comentou o pedido e disse que seu país pretende ampliar a parceria de desenvolvimento de vacinas com o Brasil. “A vacina CanSino, eficaz com uma só dose, está sendo aplicada na China O laboratório chinês CanSino já entrou em contado com o Ministério da Saúde e apresentou o pedido à Anvisa para autorização de uso emergencial no Brasil”, publicou em sua rede social.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business