12 de dezembro de 2019

PARCERIA

Governo e indústria vão acelerar a expansão econômica brasileira

Ricardo Cavalcante, Robson Andrade, Beto Studart e Fernando Gurgel, em Brasília                       Foto: Divulgação        

Restabelecer uma relação de confiança entre o setor industrial e o Governo Federal foi uma das metas atingidas durante a reunião entre o presidente Jair Bolsonaro e mais de 650 empresários na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), presidida por Robson Andrade, em Brasília.

Bolsonaro estava acompanhado dos ministros Paulo Guedes (Economia), Osmar Terra (Cidadania) e general Augusto Heleno (Segurança Institucional). Na oportunidade, ele afirmou que pretende trabalhar em parceria com o setor industrial para acelerar a retomada do crescimento econômico brasileiro.

Os presidentes Robson Andrade e Jair Bolsonaro

“Temos meios de realmente mudar o Brasil. Não me encare como patrão, eu sou o empregado de vocês. Não é favor atendê-los. É obrigação. Vamos juntos trabalhar o futuro do País”, disse. Bolsonaro ainda destacou o potencial de inovação existente no Brasil.

Na oportunidade, o presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, e outros representantes do setor industrial cearense – como Beto Studart e Fernando Cirino Gurgel – entregaram a Jair Bolsonaro um protocolo de reivindicações para alavancar a economia do Ceará.

Foram assinados dois acordos, sendo um do Senai com o Ministério da Economia, que prevê a oferta de 1,32 milhão de matrículas em cursos do Senai, assim como o atendimento de 46,8 mil empresas até 2022 com consultorias e serviços técnicos.

Com o Sesi foi firmado plano de trabalho com o Ministério da Cidadania para o atendimento a 800 mil jovens de 18 a 29 anos, inscritos no Cadastro Único do Governo Federal. Serão oferecidos cursos em língua portuguesa e matemática, desenvolvimento de habilidades socioemocionais, integrados a cursos de qualificação técnica.

 

Mais notícias

Ver tudo de IN Business