19 de fevereiro de 2021

PERFORMANCE ELEVADA

Flash Imobiliário mostra que vendas em janeiro fotam as melhores desde 2015

O Flash imobiliário de janeiro desta ano, apresentado nesta sexta-feira (19), pelo empresário Ricardo Bezerra, revelou que este foi o melhor início de ano desde 2015, ao registrar quatro novos lançamentos no segmento residencial vertical. E foram vendidas 209 unidades, representando um crescimento de 23% frente a janeiro de 2020, e atingindo um VGV de R$ 163 milhões, alta de 27% na mesma base de comparação.

O levantamento revelou que o valor médio do metro quadrado na capital cearense ficou em R$ 6.506,00, sendo que o Meireles teve o valor mais elevado, com R$ 10.900,00 e Caucaia os mais baixo, com R$ 2.858,00. Outro dado positivo da pesquisa é que o desconto médio caiu 26% de dezembro para janeiro. A aldeota concentrou o maior número de lançamentos e no segmento de alto padrão vertical, o Residencial Haus foi o destaque.

Ricardo Bezerra faz um estudo mensal do mercado imobiliário                        Foto: Portal IN

Quem lançar apartamentos entre 50 a 80m² na Aldeota, entre as avenidas Antônio Sales e Abolição, vai apenas tirar pedidos. Tem vários lançamentos previstos, muitos terrenos vendidos e, em breve, vai haver uma enxurrada de lançamentos naquela área, que envolve o trecho entre as ruas Ildefonso Albano e Frei Mansueto”, disse o diretor da Lopes Immobilis.

Ele ressaltou, ainda, que o primeiro mês deste ano foi muito bom, pois registrou um aumento nas vendas de mais de 100% em relação ao início do ano passado, pois foram comercializadas 92 unidades em fevereiro de 2020 e 209 em janeiro deste ano.

O segmento de salas comerciais enfrenta numa situação complexa, com dez unidades vendidas em janeiro, o dobro de dezembro de 2020, mas com VGV de R$ 2 milhões, uma retração de 71% frente a dezembro, pois no último mês de 2020 a BSPAR vendeu duas grandes salas comerciais no BS Design, o que representou um valor bastante elevado. Mas esse mercado deverá voltar, em breve, pois os estoques estão baixos.

Vg Sun foi o destaque do segmento de segunda moradia no mêes passado

No caso de imóveis de segunda moradia foram 27 unidades vendidas, 350% acima do mês anterior e VGV de R$ 9,3 milhões, 181% a mais que no mês anterior. O campeão de vendas nesse mercado foi o Cumbuco, principalmente com o VG Sun e o Wai Wai. E com um VSO de 18%. O melhor janeiro dos últimos cinco anos.

Ricardo Bezerra salientou que não tem os números de alguns empreendimentos particulares lançados no mês passado, que chegaram a sete condomínios fechados realizados por grupos de empresários – principalmente em Flecheiras, Cumbuco e Aquiraz -, que estão sendo bem vendidos.

Nos residenciais horizontais foram oito unidades vendidas (33% a mais que dezembro) e VGV de R$ 4 milhões. Vale salientar que o radar da Lopes Immobilis computa apenas os volumes de vendas de condomínios com VGV acima de R$ 15 milhões.

Já no segmento super econômico – unidades do programa habitacional Casa Verde Amarela (CVA) – foram 405 unidades comercializadas +3% e VGV de R$ 59 milhões (+5%). O campeão de vendas no mês passado foi Maracanaú, com um total de 96 unidades vendidas. O VSO é de 9,7%.

O resultado geral, incluindo o CVA, mostrou que R$ 237 milhões foram comercializados em janeiro, com 659 unidades vendidas e a expectativa é que o estoque esteja em R$ 3,5 bilhões. Foi o melhor janeiro dos últimos cinco anos, com 254 imóveis vendidos sem o CVA (+29%) e VGV de R$ 178 (+29%).

Ele mostrou que o pipeline para 2021 tem um VGV previsto de R$ 3,05 bilhões, com um total de 7,893 unidades comercializadas. “A minha expectativa é que a gente vai vender mais de R$ 3 bilhões este ano e, quiçá, ultrapassar a casa dos R$ 3,5 bilhões”, completou Ricardo Bezerra.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business