19 de fevereiro de 2021

EM UMA SEMANA

Fiocruz receberá dois milhões de doses da vacina da AstraZeneca vindas da Índia

A Fundação Oswaldo Cruz deve receber até o fim da próxima semana mais 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19. O material, que já vem pronto para ser aplicado, foi produzido pelo Instituto Serum, da Índia. A Fiocruz fará apenas a rotulagem para distribuição pelo Programa Nacional de Imunizações.

Vacina da Astrazeneca está vindo do Instituto Serum, da Índia                        Foto: Divulgação

Mais 8 milhões de doses estão previstas pelo acordo com os parceiros AstraZeneca e Instituto Serum, mas ainda não há data prevista para a chegada do novo carregamento. No mês passado, a Fiocruz já havia recebido outros 2 milhões de doses da vacina, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford.

A estratégia de receber doses prontas é uma iniciativa paralela à produção própria feita pela Fiocruz, a partir da importação do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA). Além de agilizar o programa de vacinação que está sendo implementado pelo Ministério da Saúde em todo o País.

Outra boa notícia no que diz respeito às vacinas existentes no mercado, é que segundo um estudo do FDA (Food and Drug Administration), publicado pelo jornal norte-americano Financial Times, revelou que a produzida pela Pfizer não necessita de temperaturas ultra baixas, entre -60°C ou -80°C, para sua conservação. Elas podem ficar acondicionadas entre -25°C a 15°C por até duas semanas.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business