3 de março de 2021

AUMENTO DA COMPETITIVIDADE

FIEC e Sebrae Ceará iniciam programa de importação compartilhada estratégica

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará, por meio do Centro Internacional de Negócios, em parceria com Sebrae Ceará e o Núcleo de Convênios e Parcerias iniciou um projeto de importação compartilhada. A ação está sendo realizada junto com o Sindgráfica e a Rede Multiquímica.

Compartilhar espaços em contêineres reduz os custos da importação             Foto: Divulgação

O objetivo principal é fortalecer a competitividade, orientando, auxiliando e oferecendo soluções às empresas filiadas ao Sindgráfica para a redução dos custos durante o processo de importação, por meio do compartilhamento de contêineres e da apresentação de parceiros estratégicos. O projeto também auxilia as empresas a identificarem mercados promissores, potenciais fornecedores e na formação do preço final da importação.

“A carga consolidada, também conhecida como “LCL”, que é uma sigla em Inglês “Less Than Container Load”, permite que empresas que não possuem volume para preencherem um contêiner inteiro, possam compartilhá-lo com outras, pagando apenas pelo espaço ocupado e deixando o custo do frete e taxas incidentes sobre o processo mais competitivos”, explicou Fellipe Faria, analista de inteligência comercial do CIN.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business