AÇÕES EM TRÊS ESTADOS

Fetrans completa 32 anos e trabalha para desenvolver a área de mobilidade urbana

Por Marcelo - Em 28 de abril de 2021

A Federação dos Transportes completou, nesta terça-feira (27), 32 anos de atuação no setor de transporte de passageiros dos estados do Ceará, Piauí e Maranhão. Devido à pandemia da Covid-19, não houve solenidade alusiva à data. Ainda assim, o presidente da instituição, Chiquinho Feitosa, aproveitou a ocasião para reforçar a importância do papel da Fetrans para a defesa dos interesses do setor de transportes e para o desenvolvimento da mobilidade urbana nos três estados de atuação.

Chiquinho Feitosa diz que a Fetrans busca manter o transporte coletivo          Foto: Divulgação

Segundo Chiquinho Feitosa, a Fetrans continuará se posicionando a favor de medidas voltadas para a retomada da geração de empregos e renda no setor de transportes, também impactado pela pandemia. “A Fetrans é responsável, principalmente, por reforçar ações que prezem pela manutenção dos sistemas de transporte coletivo. Mesmo em meio aos desafios trazidos pela Covid-19, continuamos nos esforçando pelo aprimoramento do transporte de passageiros, garantindo, junto aos sindicatos e às empresas, a oferta desse serviço à população”, explicou o presidente.

Já o diferencial da Fetrans no setor é a preocupação com a responsabilidade socioambiental. Para o empresário, as ações do Programa Despoluir são motivo de orgulho para todos que fazem parte da instituição. As equipes do programa seguiram atuantes no dia a dia das empresas, realizando aferições e diagnósticos nas frotas de ônibus de todo território de atuação. Além disso, o Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar, promovido anualmente, reconhece e incentiva os empresários do setor para buscarem constantemente novas alternativas para a redução de poluentes e a preservação dos recursos naturais.

Ainda por meio do programa, e junto com as unidades operacionais do Sest/Senat, a Fetrans contribuiu, desde o início da pandemia, com ações de conscientização e prevenção ao coronavírus entre os profissionais do transporte. Já a inclusão dessas pessoas nos grupos prioritários para vacinação contra a Covid-19 é considerada uma das principais conquistas da federação nos últimos meses. “Ainda temos um longo caminho a percorrer, mas temos consciência de que estamos cumprindo nosso papel e que avançamos junto com o setor ao longo desses 32 anos”, completou Chiquinho Feitosa.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business