6 de julho de 2020

COMÉRCIO EXTERIOR

Empresas do Ceará participam de rodada internacional de negócios online do BID

Sete empresas cearenses participaram de uma rodada internacional de negócios do setor de alimentos e bebidas, envolvendo micro, pequenas e médias empresas, chamada de “Business Connection Brazil: Food & Beverage”, uma iniciativa do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Karina Frota diz que a internacionalização é saída estratégica            Foto: Portal IN News

O evento online foi executado em conjunto pela Apex-Brasil, Sebrae, CNI e Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), do Ministério da Economia. No Ceará, a rodada contou com a articulação do Centro Internacional de Negócios (CIN) da FIEC, cuja gerente é Karina Frota.

A ação conectou cerca de 300 fornecedores brasileiros a compradores de toda a América Latina, além dos Estados Unidos, Índia, Emirados Árabes e Canadá. Segundo os participantes, a experiência já começa a render os primeiros frutos.

É o caso da empresa cearense Omvit, do segmento de castanha de caju, que está negociando o envio de uma carga ao Uruguai. O representante da empresa, Cleber Vidal, destacou que as reuniões foram proveitosas e seguiram o mesmo padrão das rodadas presenciais.

“Fizemos contato com dois compradores. Um já havia sido nosso cliente, e a rodada serviu para nos reaproximar. O outro, tínhamos contato, mas não havíamos efetivado negócios. Agora, estamos finalizando uma negociação e provavelmente este mês a gente fecha a primeira carga para o Uruguai”, destacou.

Outra empresa participante foi a Alimempro, empresa que atua no beneficiamento de alho. O representante da empresa, Isaac Matos, conta que a rodada resultou em dois contatos muito bons, sendo um no Canadá e outro na Europa.

A gerente do CIN ressalta que o evento do BID faz parte de uma histórica parceria para apoiar os pequenos negócios brasileiros na retomada da economia. Segundo ela, a internacionalização é uma saída estratégica para ultrapassar este momento desafiador e aumentar a competitividade das empresas.

“Essa rodada é parte de um conjunto de ações de suporte às empresas cearenses para incrementar a geração de negócios e tornar nossa indústria cada vez mais competitiva”, salientou Karina.

Mais notícias

Ver tudo de Negócios