8 de abril de 2020

PROTAGONISMO

Darlan Leite sugere a fabricação de máscaras com lençóis e fronhas ao titular do MTur e já produz em Beberibe

Darlan Leite diz que a união de todos é necessária                       Foto: Portal IN News

O vice-presidente da ABIH-CE, Darlan Leite, participou da live com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e destacou que é preciso a união de todos para conter a pandemia de Covid-19 que está atingindo a maioria dos países do mundo.

“Nosso inimigo é o coronavírus. Tudo o que o Governo Federal realizar é para aliviar os efeitos dessa pandemia, que está atingindo a todos nós. Mas temos de arregaçar as mangas e entrar nessa guerra, para minimizar seus efeitos”, disse o empresário.

Ele lembrou que a maioria dos hotéis e pousadas tem algum lençol ou fronha de travesseiro com alguma mancha ou rasgado. E sugeriu que esse material seja doado e transformado em máscaras para proteger as pessoas e reduzir os níveis de transmissão.

Lembrou que onde existe uma das maiores concentrações de pessoas, como Hong Kong, os índices de contaminação foram baixíssimos, pois seus habitantes usam máscaras quando precisam sair às ruas para suas atividades do dia a dia.

“Então, nada melhor do que promover uma popularização do uso de máscaras por parte da população, afinal a maior contaminação ocorre pelas gotículas de saliva na tosse, espirro ou respiração, e a máscara é uma barreira física e muito eficaz”.

Máscaras já estão sendo confeccionadas em Beberibe

“Aqui em Beberibe, temos o Centro de Construção da Cidadania, onde já iniciamos a produção de 30 mil máscaras desse tipo, para serem utilizadas por nossa população, como o comércio, quem precisa estar nas ruas, a fim de conter a disseminação da pandemia”, afirmou Darlan, que possui três hotéis naquele município.

Ele fez essa sugestão ao titular do Mtur, que foi muito bem aceita, fazendo com que o Ceará saísse na frente nessa questão. Tanto que já está começando a receber doações de fronhas e lençóis que poderão ser utilizados para a confecção destes equipamentos de proteção individual.

“O setor de turismo e hotelaria está passando por um momento muito complicado, pois foi o primeiro a sofrer os impactos e vai demorar a sair. Teremos de vender os pacotes, as pessoas precisarão ter dinheiro e coragem de viajar. Mas a luz no fim do túnel é que com o dólar alto, as elas passem a viajar dentro do Brasil”, salientou.

O ministro Marcelo Álvaro anunciou que vai trabalhar junto ao Governo Federal, para atender às demandas do setor, que solicitou a não antecipação dos feriados do segundo semestre; parcelamento das contas de energia; acesso a linhas de crédito para inadimplentes; prorrogação dos benefícios da MP-936 para o setor de turismo.

O trade pediu, ainda, acesso a linhas de crédito do BNDES sem garantia real, redução das taxas do cartão BNDES acompanhando as demais taxas, carência de 18 meses para empréstimos obtidos com recursos constitucionais e do Tesouro Nacional, bem como a prorrogação da suspensão dos contratos de trabalha e redução e jornada de trabalho por mais 90 dias.

Eleição

A próxima eleição da ABIH-Ceará está se aproximando, e entre os três prováveis candidatos – Darlan Leite, Ivana Bezerra e Régis Medeiros – existe a possibilidade de haver um consenso, para eleger quem irá dirigir os destinos da hotelaria cearense pelos próximos dois anos.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business