Negócios
13 de agosto de 2019

BNB tem lucro líquido de R$ 744,8 milhões no primeiro semestre

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, anunciou que o lucro líquido da instituição registrou um crescimento de 223% no primeiro semestre, em relação com igual período de 2018, chegando à cifra de R$ 744,8 milhões.

Esse é o maior valor registrado na história do BNB, para o espaço de seis meses, mostrando que as políticas de governança e administração que vêm sendo adotadas pela diretoria, estão surtindo o efeito desejado.

Outro ponto relevante demonstrado durante a coletiva de imprensa é que o resultado operacional do BNB, nos seis primeiros meses deste ano atingiu a marca de R$ 1,1 bilhão.

Isso representa alta de 161,1% frente ao desempenho de 2018, devido à expansão do volume de contratações, redução do aprovisionamento para risco de crédito e redução de despesas administrativas.

O presidente do BNB acredita que essa expansão se deve ao fato de o FNE ser operado, exclusivamente, pela instituição. “Esse comprometimento institucional, focado na eficiência, eficácia e conformidade, refletiu-se nos resultados do primeiro semestre deste ano. Muito mais que números, o importante é o impacto positivo que cada uma das linhas de crédito e das políticas de desenvolvimento promovem”, destacou Romildo Rolim.

Ele adiantou que a previsão do BNB é fechar o ano com R$ 38,7 bilhões investidos na economia da Região Nordeste: R$ 27,7 bilhões com recursos do FNE e R$ 11 bilhões destinados ao microcrédito urbano (Crediamigo).

Balanço do primeiro semestre do BNB demonstrou resultados bastante positivos

Foto: Divulgação

Deixe seu comentário

Siga o @BaladaIN no Instagram