11 de janeiro de 2021

REORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL

Banco do Brasil desativará 361 unidades de atendimento no território nacional

Em fato relevante ao mercado brasileiro, assinado pelo vice-presidente de Gestão Financeira e Relação do Investidores, Carlos José da Costa André, o Banco do Brasil anunciou que pretende desativar 361 unidades em todo o País, sendo 242 postos de atendimento, 112 agências e sete escritórios, no primeiro semestre deste ano.

Banco do Brasil pretende fechar 112 agências em todo o País                        Foto: Divulgação

O comunicado informa, ainda, que outras 243 agências serão transformadas em postos de atendimento; oito postos de atendimento serão convertidos em agências e outras 145 unidades de negócios serão transformadas em Lojas BB, sem guichês de caixa, com vocação para assessoria e relacionamento.

Serão criadas 28 unidades de negócios, sendo 14 Agências Especializadas Agro e 14 Escritórios Leve Digital (especializados em atendimento a clientes com maturidade digital), com o aproveitamento de espaços existentes, não envolvendo a contratação ou locação de novos imóveis. E relocalização compartilhada de 85 unidades de negócios.

Essa reorganização da rede de atendimento visa à sua adequação ao novo perfil dos clientes, otimização de estrutura, revisão e redimensionamento nas diretorias, áreas de apoio e rede, privilegiando a especialização no atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais.

Todas essas medidas devem ocorrer até o fim do primeiro semestre, proporcionando ganhos de eficiência e otimização de 870 unidades no Brasil. Com isso, a diretoria do BB estima que obterá uma economia líquida anual com despesas administrativas gerada por estes movimentos de R$ 353 milhões apenas este ano e de R$ 2,7 bilhões até 2025.

Serão ofertados dois modelos de desligamento voluntário: o Programa de Adequação de Quadros (PAQ) e o Programa de Desligamento Extraordinário (PDE), com alguns regulamentos específicos que estabelecem as regras para a adesão, cujo período vai até o próximo dia 5 de fevereiro.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business