ACELERAR A RETOMADA ECONÔMICA

Assis Cavalcante comemora a criação de 20 mil postos de trabalho subsidiados

Por Marcelo - Em 14 de julho de 2021

O presidente da CDL de Fortaleza, Assis Cavalcante, participou da solenidade de assinatura do projeto de lei que cria o programa Mais Emprego Ceará, na manhã desta quarta-feira (14), e comemorou a criação de 20 mil novos postos de trabalho para acelerar a retomada econômica.

Assis Cavalcante disse que pessoas empregadas são consumidoras                  Foto: Divulgação

O empresário lembrou que, no auge da pandemia em 2020 e no início de 2021 com as medidas de isolamento social rígido adotadas, muitos pequenos empresários, especialmente, que tinham um ou dois trabalhadores tiveram de demitir e agora será uma oportunidade de recontratar.

“Faço um apelo para os empresários, os lojistas, contratem novamente, porque esse colaborador também é um consumidor. Quando a gente emprega um número maior de pessoas, geramos mais renda, porque tem mais gente para comprar. É isso que faz a economia girar e crescer”, enfatizou.

Também participaram da cerimônia de assinatura da mensagem, a vice-governadora Izolda Cela; o presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão, os secretários Chagas Vieira (Casa Civil), Fernanda Pacobahyba (Sefaz) e Maia Júnior (Sedet), além do presidente da Fecomércio Ceará, Luiz Gastão Bittencourt.

O novo programa será desenvolvido pela Sedet, responsável por coordenar, executar, monitorar e avaliar suas ações. O subsídio será concedido para cada novo vínculo empregatício gerado. Em contrapartida, a empresa se compromete a manter a vaga criada ao menos por mais 90 dias após encerrado o pagamento do benefício, que ocorrerá no período de seis meses.

A mensagem enviada à Assembleia Legislativa estabelece, ainda, que cada empresa/empregador terá limitado o benefício a, no máximo, 100 novos contratos formais. A empresa contratante não estará limitada a pagar apenas um salário mínimo para os novos trabalhadores. Mas o Governo do Ceará vai subsidiar meio salário para cada nova vaga formal.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business