EXPANSÃO CONTÍNUA

Aeris Energy anuncia Bruno Vilela como seu novo CEO a partir desta terça-feira

Por Marcelo - Em 27 de abril de 2021

A Aeris Energy anunciou nesta terça-feira (27), uma importante mudança em sua administração. Bruno Vilela Cunha, um de seus fundadores e que até então vinha exercendo o cargo de diretor comercial, assume também como CEO a partir desta data, em substituição a Alexandre Sarnes Negrão, que deixa a empresa para se dedicar a projetos pessoais.

Aeris é o maior fabricante de pás para aerogeradores da América Latina          Foto: Divulgação

Alexandre esteve na Aeris por mais de dez anos, desde a sua fundação, dos quais sete atuando como conselheiro e cerca de quatro como CEO, quando conduziu a empresa a uma trajetória de crescimento e criação de valor, que a levou a alçar o posto de maior fabricante de pás para aerogeradores na América Latina e a abrir o capital na B3, no ano passado.

Vilela liderou a companhia em sua fase pré-operacional e acumula passagens pela Diretoria de Planejamento e Efetividade do Negócio, pela Presidência e pela Diretoria Comercial, com notável atuação na captura e retenção de clientes, que incluem os principais fabricantes globais de aerogeradores. Foi também responsável pela implantação da unidade de negócios da companhia destinada à prestação de serviços nos Estados Unidos.

O executivo assume a presidência da Aeris com o desafio de levar a empresa a outro patamar de expansão de seu parque industrial e de seu portfólio de clientes, bem como de geração de valor para os acionistas, tendo em vista a perspectiva favorável e o potencial de crescimento da energia eólica nas matrizes energéticas global e nacional nos próximos anos.

Com fábricas localizadas estrategicamente em uma das melhores regiões para a geração de energia eólica no mundo, no Ceará, a Aeris Energy é líder na fabricação de pás para aerogeradores na América Latina, e uma das maiores produtoras no mercado mundial.

Fundada em 2010, a empresa foi idealizada por um grupo de engenheiros oriundos do setor de aeronáutica, que vislumbraram o potencial de crescimento da energia eólica na matriz energética brasileira e a demanda cada vez maior por soluções sustentáveis no mercado de energia global.

A companhia possui atualmente mais de cinco mil funcionários, que atuam na sede administrativa e em duas plantas localizadas no Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Sua localização estratégica facilita não apenas o recebimento de insumos, mas amplia a competitividade nas exportações, que em 2020 foram responsáveis por cerca de 35% de toda a receita líquida da empresa.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business