5 de julho de 2020

INDIGNAÇÃO

Abrasel-CE lamenta a retirada do setor de avanço para Fase 3 do plano de retomada

A Abrasel-CE lamentou a definição das autoridades governamentais em relação à terceira fase da retomada das atividades, surpreendendo o setor que vinha trabalhando arduamente para uma reabertura segura e responsável a partir desta segunda-feira (6).

Rodolphe Trindade lamentou a decisão governamental                        Foto: Portal IN News

A decisão de retirar os bares e restaurantes noturnos e as barracas de praia desta fase de reabertura foi recebida pelo setor de alimentação fora do lar com indignação, uma vez que o próprio governador declarou que “todos os indicadores continuam diminuindo”, no que se refere à saúde na Capital.

“Apesar de a Abrasel integrar o comitê estratégico para a retomada, fomos surpreendidos com esta decisão. Todo o esforço e investimento feito pelos empresários do setor, para adequar seus espaços às medidas de segurança necessárias, foi em vão”, disse o presidente da Abrasel-CE, Rodolphe Trindade.

Ele lamenta o fato de a decisão afetar apenas um setor produtivo que age na formalidade, pagando impostos e seguindo normas, “enquanto ambulantes lotam praias e calçadas, e pessoas enfrentam lotação nos ônibus. Infelizmente, o decreto acaba sendo respeitado apenas em algumas áreas da cidade”.

E ressalta que amanhã, sem a MP 936, os colaboradores voltam com estabilidade de emprego de dois meses e as portas dos estabelecimentos continuarão fechadas, gerando muitos problemas para os empresários.

Mais notícias

Ver tudo de Negócios