LEVANTAMENTO BRAZTOA

Abertura do destino, informação e vacina impulsionam a retomada do turismo

Por Marcelo - Em 18 de agosto de 2021

O acesso a informações completas e a abertura dos destinos turísticos são fatores fundamentais na hora de decidir sobre a realização de uma viagem, segundo um estudo realizado pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) e a UP Soluções, publicado no Boletim Mensal Braztoa de julho.

Praias do Nordeste lideram a preferência no turismo nacional                           Foto: Divulgação

No mês passado, 17% das operadoras atingiram ou ultrapassaram o patamar de vendas pré-pandemia (2019), mas 58% não atingiram a metade do faturamento histórico. Apesar disso, há uma evolução neste quesito, pois houve uma expansão de dez pontos percentuais entre aquelas que faturaram de 51% a 75% dessa média.

O levantamento revelou, ainda, que só 6% das empresas não tiveram embarques, frente aos 26% registrados em junho. No cômputo geral, 88% das passagens comercializadas foram para destinos nacionais, enquanto os outros 12% foram direcionados a viagens internacionais.

No Brasil, as regiões Nordeste e Sul ainda são as mais procuradas pelos viajantes, com destaque para Fortaleza, Recife, Porto de Galinhas, Salvador e Gramado. A maior parte dos embarques ocorreu em julho, mas há um percentual de pessoas que devem viajar até o fim do ano.

Cancún é um dos destinos internacionais preferidos dos viajantes brasileiros

No exterior, 42 países ainda estão com restrições para receber turistas brasileiros, mas o avanço da vacinação e a rapidez dos testes de Covid-19, estão melhorando o volume de vendas. Por isso, os brasileiros buscam mais os destinos da Ásia, África, América do Sul, Europa e Oceania.

Em contrapartida, foi registrada uma queda na aquisição de passagens para países da América Central, Caribe e América do Norte. Mesmo assim, os dois primeiros destinos ainda são os mais procurados, especialmente Cancún e Punta Cana. Na sequência aparecem Maldivas e Dubai.

E para os turistas brasileiros, a decisão da viagem apontada por 86% dos respondentes diz respeito à abertura do destino, enquanto 79% destacam a obtenção de informações atualizadas, e 75% apontam o fato de estarem vacinados. Flexibilização para pagamentos ou remarcações também são fatores relevantes.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business