Hidrogênio verde

Porto holandês repercute chegada do hidrogênio verde ao Ceará pelas mãos da EDP Pecém

Por carol - Em 14 de setembro de 2021

A partir de dezembro de 2022, a EDP Pecém passará a produzir hidrogênio verde em solo cearense, causando a redução das emissões CO2, uma vez que promove mais facilmente a substituição de combustíveis fósseis.

A43ab361 4c29 4fd1 94c4 4b297b6791c8

Porto do Pecém

 

 

 

 

 

A notícia ganhou projeção internacional e o site portofrotterdam.com, página oficial do ancoradouro de Roterdã, na Holanda, repercutiu as informações acerca do projeto lançado neste mês de setembro.

A publicação enfatiza que o Porto de Roterdã recebe a novidade com muita satisfação, haja vista que a EDP será uma das primeiras a começar a produzir hidrogênio verde no Brasil e parabeniza o Ceará e o Porto do Pecém pela realização. Só nos últimos cinco anos, a EDP movimentou 8,6 milhões de toneladas de carga com os holandeses.

A planta de produção de hidrogênio verde receberá o investimento de R$ 42 milhões para sua implantação, e pretende transformar o Estado em um Hub de Hidrogênio Verde.

Mais notícias

Ver tudo de IN Loco