14 de janeiro de 2020

PARCERIA COMERCIAL

Ceará está em fase final de acordo para exportação de melão para a China

5001962168 Fbbdf66c4b O 1200x800

O melão do Ceará já é exportado para União Europeia, Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai e Rússia.

Em fase final de negociações, uma comitiva de agrônomos chineses desembarcou ontem no Ceará, e permanecerá até o dia 18 de janeiro, para visitar as áreas de produção de melão local. A comissão tem como finalidade, avaliar requisitos fitossanitários para a exportação da fruta brasileira para a China.

A parceria foi oficializada a partir da assinatura de um protocolo entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e a Administração Geral de Aduanas da República Popular da China. A missão técnica do governo chinês tem como finalidade, auditar a certificação nas áreas livres de moscas das frutas (ALP) nos dois maiores estados produtores de melão no Brasil: Ceará e Rio Grande do Norte.

C6320dbb6f0ec6086fa21830b7314396 Xl

Secretário-executivo do Sedet, Sílvio Carlos.

Para a presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri), Vilma Freire, a vinda da comitiva chinesa ao Ceará, abre importante caminho para um canal de exportação com o mercado asiático. Já o secretário-executivo do Agronegócio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Sílvio Carlos, afirma que “a expectativa de volume exportado é bastante positiva. O setor deve inclusive ampliar a área plantada,” comemorou.

Após a conclusão da inspeção, a previsão é que nos próximos meses o Ceará inicie os embarques de melão para a China, via porto do Pecém. A fruta, que já é exportada para União Europeia, Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai e Rússia, tem como expectativa, atingir também o Vietnã.

Deixe seu comentário

Siga o @BaladaIN no Instagram