22 de janeiro de 2021

MELHORIA NO RNAKING DO cnj

Washington Araújo realiza prestação de contas do Poder Judiciário cearense

O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Washington Araújo, realizou na manhã desta sexta-feira (22) uma prestação de contas da sua gestão no biênio 2019-2021 e mostrar os números recordes do Judiciário cearense. Somente nesse período foram julgados um total de 945.631 processos e registradas quase 1 milhão de baixas processuais (998.771).

A apresentação dos dados foi feita pelo secretário de Planejamento e Gestão do Tribunal, Sérgio Mendes. Ele mostrou que o Judiciário do Ceará concluiu o ano de 2020 em 9° lugar na produção de sentenças e acórdãos durante o período de pandemia, com um total de 360.189. Os dados são do painel analítico do Conselho Nacional de Justiça, que acompanha semanalmente a produção dos tribunais brasileiros.

Washington Araújo destacou a transparência do Judiciário cearense              Foto: Divulgação

Além disso, o TJCE subiu no ranking do CNJ pelo segundo ano consecutivo, saindo da 27ª (último lugar) para a 18ª colocação em todo o País. O Tribunal ainda foi superior no Índice de Atendimento à Demanda (IAD) em 2020. O resultado chegou a 131,95%, enquanto em 2019 foi de 110,03%, referente à quantidade de processos julgados em relação ao total de casos novos que ingressaram no Poder Judiciário.

“É importante a sociedade saber o que se faz no Poder Judiciário. Digo que hoje a nossa instituição é a mais transparente de todos os Poderes. Todos os nossos julgamentos são públicos, até aqueles que dizem respeito à infração disciplinar de magistrados. Fomos reconhecidos pelo CNJ como o 5º Tribunal mais transparente do Brasil”, disse o desembargador Washington.

“O foco da nossa gestão sempre foi produtividade e celeridade. E o Tribunal nunca julgou tanto. Mostramos na apresentação o que tínhamos. Nunca se produziu tanto. O TJCE neste ano foi o nono mais produtivo do país, sem considerar o orçamento. Continuamos a ter o menor orçamento do país com a menor força de trabalho”, destacou.

Tecnologia

Ao falar sobre tecnologia e modernização do Judiciário, o presidente destacou os avanços do Tribunal. “Implantamos o processo eletrônico em todo o Estado, digitalizamos todo o acervo, nos preparamos para a videoconferência e interligamos os nossos fóruns ao cinturão digital, em 2019. Em março veio a pandemia e, por coincidência, nos pegou prevenidos e prontos para o momento pós-pandemia, de trabalho remoto, pois tínhamos o processo eletrônico. O Núcleo de Produtividade Remota do Fórum Clóvis Beviláqua produziu quase 90 mil minutas de sentenças, mais de 60 mil despachos e mais de 40 mil decisões”.

“O TJCE entregará o Centro de Convivência e Coworking disponível para os servidores. Fizemos espaço de convivência acolhedor, com ambiente climatizado, que vai servir para o congraçamento e confraternização tão necessários, principalmente para quem trabalha remotamente. O ambiente de trabalho será compartilhado. A estrutura que foi enviada para a casa do servidor será transferida para quando o trabalho tiver de ser feito no Tribunal”, ressaltou Washington Araújo.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection