SÓ DOIS ESTADOS

Tasso Jereissati e Eduardo Girão serão titulares na CPI da Covid no Senado

Por Marcelo - Em 13 de abril de 2021

O Ceará deve ser um dos dois estados brasileiros a contar com mais de um integrante titular na CPI da Covid, instaurada na noite desta terça-feira (13), pelo presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), após a leitura do requerimento de sua criação, solicitada pelo senador Randolfe Rodrigues. Amazonas também terá dois.

Eduardo Girão e Tasso Jereissati devem integrar a CPI da Covid                          Foto: Portal IN

Farão parte da CPI que investigará possíveis omissões durante a pandemia de Covid-19 no País, inicialmente por parte do Governo Federal, os senadores Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Eduardo Girão (Podemos-CE). Mas a pedido deste último e com o apoio de outros 45 parlamentares, também serão apurados os atos administrativos das esferas estadual e municipal na pandemia.

“Gratidão à maioria dos senadores que apoiaram a importância de uma investigação séria, aprofundada e abrangente. Esse era o anseio da população brasileira. Ao incluir as três esferas do Executivo teremos condições de analisar desde a destinação dos recursos federais até a aplicação deles, compreendendo, inclusive, possíveis desvios que tenham ocorrido”, comemorou Girão.

Está sendo realizada, agora, a mobilização para a formação dos blocos dos partidos que integrarão a CPI, inclusive os suplentes. E há uma articulação entre PSDB, PSL e Podemos para que o senador Tasso Jereissati seja o presidente da comissão, tendo o ex-presidente da Casa, Renan Calheiros, como relator.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection