IMUNIZANTES DA ASTRAZENECA

Sesa nega que Estado tenha distribuído vacinas com prazo de validade vencido

Por Marcelo - Em 2 de julho de 2021

A Secretaria da Saúde do Ceará emitiu uma nota oficial nesta sexta-feira (2), informando que não distribuiu vacinas fora da validade. A Sesa ressaltou ter recebido dois lotes de imunizantes contra a Covid-19 que foram citados em uma reportagem da Folha de São Paulo, denunciando supostos lotes com prazos de validade vencidos.

Vacinas são conferidas na Ceadim, antes de serem distribuídas                 Foto: Divulgação

“Desde que recebeu as primeiras doses, no dia 18 de janeiro de 2021, o Ceará tem distribuído os imunizantes a todos os 184 municípios com logística desenvolvida pelo Estado, por meio de aviões, helicópteros e caminhões. A Sesa controla o envio das vacinas até sair da Central de Armazenamento e Distribuição (Ceadim) do Estado e orienta os municípios sobre a validade das vacinas”, disse um trecho.⠀

Ainda de acordo com a Sesa, o Ministério da Saúde informou que houve um erro na confecção da embalagem das doses do imunizante contra a Covid-19, que foi fabricado – Laboratório AstraZeneca (Lote: CTMAV505) e utilizados no Plano Nacional de Imunizações.

“Apesar de as doses terem vindo direto do laboratório produtor (AstraZeneca), na embalagem primária e secundária consta vencimento em 31/05/2021. No entanto, nas notas de fornecimentos do SIES o prazo de validade está 31/05/2022. A informação da Rede de Frio Nacional é de que a validade correta é 31/05/2022”, completou a Sesa.

⠀⠀

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection