14 de abril de 2021

CUIDADO INTEGRAL

Seminário virtual debate as principais ações do programa Mais Infância Ceará

As ações voltadas para o desenvolvimento infantil e a inter-relação de secretarias e outros órgãos públicos no sentido de promovê-las foram a tônica, nesta quarta-feira (14), de seminário promovido pelo Governo do Ceará, para gestores municipais, vereadores, deputados estaduais e federais e entidades parceiras. O evento digital foi conduzido pelo governador Camilo Santana e pela primeira-dama Onélia Santana, sendo transmitido em plataforma virtual, com o objetivo de ampliar o cuidado integral e integrado das crianças cearenses e suas famílias.

Camilo e Onélia Santana realizaram a abertura do evento digital                     Foto: Divulgação

“O Mais Infância Ceará é uma das ações mais importantes do nosso Estado. Se tornou lei, aprovada na Assembleia. Isso significa que, independente do governador que venha depois de mim, será dada continuidade a uma das políticas públicas mais importantes, que é cuidar da vida das nossas crianças”, afirmou Camilo. Ele destacou, ainda, que o Governo do Ceará trabalha olhando para os que mais precisam, os mais vulneráveis. “Portanto, esse seminário é um momento de fortalecer os vínculos com os gestores municipais, de apresentar o trabalho realizado até aqui. O sucesso só é possível graças a essa parceria”, disse o chefe do Executivo cearense.

O programa surgiu em 2015, de um sonho da primeira-dama, com ideias no papel, sabendo que a primeira infância, com início na gestação até os primeiros seis anos de vida, é o momento mais importante na formação do indivíduo. “É uma janela de oportunidade e precisamos estimular as futuras gerações, proporcionando um ambiente saudável e acolhedor. Agradeço ao governador Camilo Santana por acreditar e investir nas nossas crianças e a todos os parceiros, prefeitos e instituições, que pensaram conosco quais eram os desafios e estratégias de trabalho desenvolvidos no programa.” salientou Onélia Santana.

As políticas públicas prioritárias para a infância no Ceará foram destacadas, através da vice-governadora Izolda Cela e dos titulares das secretarias da Proteção Social, Socorro França; da Saúde, Dr. Cabeto; e da Educação, Eliana Estrela. Foram abordadas ações como o Cartão Mais Infância e o Programa Cuidar Melhor, além de debates sobre os desafios da primeira infância pós-pandemia, saúde mental, orçamento e financiamento nas políticas públicas e educação infantil.

Seminário do Mais Infância Ceará contou com transmissão ao vivo pelas redes sociais, devido à pandemia de Covid-19

O professor de Economia da Universidade de Rice (EUA) e PhD pela Universidade de Chicago, Flávio Cunha, que proferiu a palestra magna abordando o “Impacto dos investimentos em políticas públicas na infância”, salientou a importância de se trabalhar ações para as crianças.

“Tenho trabalhado na área da primeira infância já tem quase 20 anos e comecei por causa da desigualdade brasileira. O Estado do Ceará é uma ilha de racionalidade no Brasil. O Padin, por exemplo, teve um impacto muito positivo sobre o desenvolvimento da linguagem das crianças e também na qualidade da interação de pais e filhos. Estamos vivendo um momento caótico e é bom ter líderes governamentais que estejam realmente preocupados em trabalhar para melhorar a realidade do nosso País”, disse.

No período da tarde outras palestras tiveram amplo acompanhamento dos participantes, como a “Prefeito Amigo da Criança”, apresentada pelo presidente da Fundação Abrinq, Fernando Marques; “Educação infantil – Acesso com qualidade e avaliação, com o secretário Márcio Brito, da Seduc, e Daniel Santos, coordenador do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Economia Social da USP; “Desafios da primeira infância pós-pandemia”, com Rui Aguiar, do Unicef, dentre outras.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection