IMUNIZAÇÃO AMPLIADA

Sarto dá o start na vacinação de equipes da rede educacional na capital cearense

Por Marcelo - Em 29 de maio de 2021

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, esteve na manhã deste sábado na Policlínica Dr. Lusmar Veras, situada ao com Complexo que inclui o Hospital da Mulher e o Hospital da Criança, para acompanhar o início da vacinação de 34 mil pessoas na capital cearense, contingente esse que envolve os trabalhadores da educação.

José Sarto disse que outras categorias serão vacinadas semana que vem         Foto: Divulgação

“Nas três policlínicas serão vacinados os professores, pessoas que trabalham na administração, nas portarias. Além de pessoas com comorbidades em 50 postos de saúde, quatro drives – Arena Castelão, Centro de Eventos, RioMar Fortaleza e Sesi da Parangaba, e as policlínicas”, disse.

A Prefeitura de Fortaleza recebeu vacinas para até o final da semana que vem concluir a imunização dos trabalhadores do setor aeroportuário, agentes de segurança pública e os trabalhadores da educação que atuam na capital cearense.

“Essa é a decisão e um comitê, liderado pelo governador Camilo Santana, envolvendo diversos representantes, e tudo isso é compartilhada pela Comissão de Intergestores Bipartite, que reúne todos os secretários dos 184 municípios e o estadual”, salientou José Sarto.

Subsídio

Ainda na tarde de ontem, Sarto encaminhou à Câmara Municipal de Fortaleza o projeto de lei que concede subsídio ao serviço de transporte público coletivo complementar, com o intuito de preservar o equilíbrio financeiro do setor e manter o valor da tarifa cobrada dos usuários.

“Estamos enviando para a Câmara Municipal essa mensagem, autorizando o Poder Executivo a conceder um subsídio que vai até R$ 1,8 milhão este ano para, além de fortalecer a economia, reduzir a aglomeração no transporte público de Fortaleza”, afirmou o prefeito.

Ele destacou que a medida foi dialogada com representantes do serviço de transporte complementar, que irá disponibilizar frota extra, proporcionando mais conforto aos usuários. “Eles vão adicionar mais veículos para reduzir também a aglomeração no transporte público de um modo geral e combater a pandemia do Covid-19”, destacou José Sarto.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection