MEIO AMBIENTE

Ricardo Salles pede demissão do cargo sob suspeita da prática de corrupção

Por Marcelo - Em 23 de junho de 2021

O agora ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, pediu demissão do cargo nesta quarta-feira (23), e anunciou sua saída do Governo Federal durante uma entrevista coletiva realizada durante a tarde, no Palácio do Planalto. Em seu lugar assume Álvaro Pereira Leite, que foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Ricardo Salles teria praticado irregularidades durante sua gestão                     Foto: Divulgação

A saída de Salles do Governo Federal se deve a uma investigação que está sendo realizada por meio de inquéritos que estão em tramitação no Supremo Tribunal Federal, por suspeita de corrupção, pois teria atuado em favor de madeireiros que atuam na região amazônica.

Dentre os inquéritos que estão sendo apurados no STF há um que acusa o ex-ministro de ter facilitado a exportação de madeira ilegal para os Estados Unidos e alguns países europeus. Em outro, Salles teria tentado atrapalhar a investigação sobre a maior apreensão de madeira ilegal já registrada no Brasil.

Ricardo Salles também teve o pedido de seu afastamento feito pelo Ministério Público que atua junto ao Tribunal de Contas da União, por supostamente intervir em contratações de helicópteros utilizados pelo Ibama, nas quais há a suspeita de crimes de advocacia e improbidade administrativas.

Apesar da imediata indicação de seu sucessor, não se sabe se Álvaro Leite, que também integrou a Sociedade Rural Brasileira, assumirá o cargo de ministro do Meio Ambiente de maneira permanente ou temporária. Ele é apontado por colegas como mais técnico e menos arrogante que seu antecessor. (Com informações do Valor)

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection