DECRETO ESTADUAL

Macrorregiões do Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe avançam e vacinação de educadores da rede pública inicia amanhã

Por Marcelo - Em 28 de maio de 2021

A decisão do Comitê Estadual de Enfrentamento ao Coronavírus, cujo decreto passa a valer a partir da próxima segunda-feira (31), definiu que as macrorregiões de Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe passam à mesma situação de flexibilização das macrorregiões de Fortaleza e da Região Norte/Sobral.

Camilo destacou o aumento de 75,7% no número de leitos no Ceará               Foto: Reprodução

A única exceção é com relação à macrorregião do Cariri, onde os números continuam elevados, tanto na busca por internações quanto novos casos e óbitos. “Continuará a recomendação no decreto para microrregiões de saúde e municípios onde o nível de positividade está maior. Muitos municípios têm feito, para desacelerar a transmissão”, afirmou o governador Camilo Santana.

Ele destacou que o Ceará já conta com 5.186 leitos de UTI e enfermaria exclusivos para pacientes com Covid-19, uma alta de 75,7% em relação à primeira onda no ano passado. Anunciou, ainda, que amanhã o novo decreto será publicado no Diário Oficial do Estado e trará todos os detalhes e uma série de ajustes que foram demandados por alguns setores produtivos ao Comitê.

Imunização de professores

Neste sábado também será iniciada a vacinação dos professores da rede estadual de ensino em Fortaleza e todo o Estado do Ceará. As doses dos imunizantes já foram, inclusive, encaminhadas para as 22 Áreas Descentralizadas de Saúde, a fim de que a imunização seja realizada com a maior brevidade possível.

A meta é vacinar toda a comunidade escolar estadual até o mês de julho, para que as aulas presenciais possam ser retomadas no segundo semestre deste ano, em todo o território cearense. Dependendo da quantidade de vacinas que o Estado vai receber nos próximos meses.

“A pandemia continua, fundamental a prevenção, evitar aglomerações. Tenho visto vídeos de festas e faço um apelo para que isso seja evitado, Ainda é preciso tomar cuidado, usar máscaras, evitar aglomerações. Até nós conseguirmos vacinar todos os cearenses não descansaremos”, afirmou Camilo Santana.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection