XADREZ POLÍTICO

Luiz Pontes acredita em aliança entre PSDB e PDT para as eleições de 2022

Por Marcelo - Em 12 de julho de 2021

O ex-senador Luiz Pontes, atual presidente do PSDB no Ceará, foi o entrevistado desta segunda-feira (12), no canal 2GoIN e afirmou que o seu partido e o PDT poderão realizar um trabalho em conjunto nas eleições que acontecerão no ano que vem. Em nível nacional não vê problema numa aliança entre Ciro Gomes para presidente, e Eduardo Leite para vice.

Luiz Pontes diz que é preciso um terceiro nome para o pleito                           Foto: Divulgação

Após uma longa recuperação de um quadro grave de Covid-19, foi a primeira entrevista que concedeu, na qual ressaltou que Ciro Gomes poderia ser a terceira via para as eleições presidenciais do ano que vem, capaz de combater com a polarização que está existindo entre os nomes de Lula e Bolsonaro. E não acredita que João Doria seja um bom candidato.

E no Ceará, afirmou que seu partido poderá ter um candidato para disputar com Camilo Santana o governo estadual. Caso Tasso Jereissati seja o candidato do partido à presidência, afirma que o PSDB precisa lançar um nome para o Governo do Ceará. “Temos de pensar em projetos, senão tudo o que foi construído será desmanchado como um castelo de areia. E se o Tasso não se candidatar, não vejo problema em me aliar a pessoas progressistas”, afirmou.

Inicialmente, Pontes destacou aos jornalistas Marcos Gomide e Pompeu Vasconcelos que o Brasil é um País muito forte, pois tem superado as adversidades que enfrenta. Entretanto, ressaltou que vive um momento de falta de homens públicos à altura da sua dimensão e da sua riqueza. E fez duras críticas à atual situação da política nacional.

Lembrou, ainda, que o senador Tasso Jereissati realizou uma ruptura política importante na década de 80, tanto que elaborou um grande plano de desenvolvimento para o Estado. “Com diversos projetos estruturantes que, ainda hoje, estão impulsionando o crescimento do Ceará, como Cinturão das Águas, Porto do Pecém, dentre outros”, ressaltou Luiz Pontes.

Veja o vídeo:

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection