10 de fevereiro de 2021

Injeção de Recursos

Investimento no Ceará cresce 12,3% com ajuda do Governo Federal

Segundo dados do STN/Siconfi, o Estado do Ceará empenhou R$ 2,48 bilhões, o que representa um avanço de 12,3% em investimentos em 2020, comemora a secretária da Fazenda, Fernanda Pacobahyba. O crescimento se deu graças ao pacote de ajuda da União aos governos estaduais para compensar os efeitos econômicos da pandemia.

Fernanda Pacobahyba (1)

Fernanda Pacobahyba 

Mesmo com uma arrecadação própria agregada que cresceu apenas 2% nominais em 2020, abaixo da inflação de 4,5% no ano, os investimentos do conjunto dos 27 Estados avançaram R$ 37,5 bilhões, representando um aumento nominal de 10,8% em relação ao ano anterior. Em 13 Estados a variação ficou acima de 20% e em 10 deles a alta superou os 30%.

Foram de grande ajuda as transferências da União, que subiram 36,2% incluindo na conta os repasses extraordinários realizados por conta da pandemia, o que permitiu à receita corrente crescer em ritmo mais forte que a arrecadação própria, com alta de 6,6% nominais no conjunto dos 26 Estados mais o Distrito Federal. Com a dedução dos R$ 6,4 bilhões pagos pelo governo federal aos Estados relativos ao leilão da cessão onerosa do pré-sal na base de 2019, a expansão nominal das transferências da União foi de 43,1%.

Outra grande ajuda do pacote da União se deu pelo lado das despesas, com a suspensão por seis meses dos pagamentos de amortização e juros da dívida com o governo federal. No ano passado, a despesa com amortização de dívida dos Estados caiu 23,3%, sempre com variações nominais.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection