26 de abril de 2020

Inovação & crescimento

Grupo Normatel investe na Internet, expande sua rede e inaugura mais três lojas até 2021

Claudio Brasil, Paulo Mello, Antonio Jose Mello, Claudio Brasil, Junior Mello E Rafael Brasil (2)

Cláudio Brasil, Paulo Mello, Antônio José Mello, Cláudio Brasil, Júnior Mello e Rafael Brasil

Com mais de 40 anos no mercado, a Normatel é, atualmente, um dos mais sólidos grupos empresariais do Ceará, atuando em três diferentes segmentos através de suas empresas: Normatel Home Center, Normatel Engenharia e Normatel Incorporações.

O primeiro deles, representa o braço do comércio e emprega cerca de 500 pessoas. A Normatel Engenharia realiza importantes operações de instalações variadas, trabalhando com grandes obras, privadas e públicas. “Essa, hoje, é a maior operação do Grupo e emprega, por volta, de 1300 pessoas em todo o Brasil. Operamos no Rio de Janeiro, São Paulo e no Nordeste”, revela Antônio Mello Júnior, Diretor Comercial do Grupo. A terceira empresa, por sua vez, executa obras de prédios comerciais e residenciais de alto padrão, a exemplo do Edifício São Carlos, localizado ao lado do Ideal Clube, com valor geral de vendas(VGV) da ordem de R$ 300 milhões.

Para dar todo o suporte de backoffice a essas operações, o Grupo Normatel conta com uma importante central de serviços compartilhados. Atuando nas áreas de gestão e controle de pessoal, finanças, contabilidade, contencioso comercial, cível, tributário e trabalhista, desenvolvimento de recursos humanos, sistemas informatizados e tecnologia da informação e manutenção de equipamentos, segurança e patrimônio físico das empresas.

Normatel Home Center e a expansão
Sinônimo de variedade, inovação e qualidade de produtos, além de atendimento diferenciado, a Normatel possui oito lojas, sendo sete em Fortaleza e uma em Juazeiro do Norte. O ritmo de crescimento, mesmo com a atual pandemia causada pelo novo coronavírus, não foi estagnado. Prova disso é que, ainda este ano, será inaugurada uma segunda loja na Avenida Washington Soares, nas proximidades do Shopping Via Sul. E, para 2021, o projeto é de que mais duas cheguem ao mercado, sendo uma no Eusébio e outra em Maracanaú.

Atual momento e uso do whatsapp

Júnior Mello, Diretor Comercial Da Normatel.

Júnior Mello, Diretor Comercial da Normatel

Júnior Mello afirma que o recente momento econômico deve ser visto com cautela. “Tivemos que fazer diversas adequações para continuarmos crescendo, mesmo que com uma porcentagem menor. O que temos feito para mitigar é vender pela internet, pelo Whatsapp”, revela. Sobre essa nova ferramenta, o Diretor Comercial ressalta que o grupo de vendedores vem trabalhando de forma a resolver todas as demandas. “Temos uma equipe na Normatel Home Center operando com toda proteção exigida. A loja está fechada e nossos profissionais estão atendendo por Whatsapp. O cliente pode até fazer uma chamada de vídeo com o vendedor e é quase como se estivesse dentro da loja, tirando as dúvidas”, explica.

Segundo ele, o aplicativo é uma ferramenta fortíssima de trabalho, visto que, nesse ramo específico de negócio, é imprescindível que as informações sejam repassadas da forma mais completa possível. “Às vezes o cliente não sabe o que quer, deseja uma solução e o vendedor precisa ser capacitado para resolver o problema. Nesse sistema, nosso colaborador vai mostrando as opções que temos e todas as referências que serão necessárias para a concretização da compra”, aponta. E salienta: “O Whatsapp é a ferramenta que a gente aposta também para o futuro. É a opção que, daqui pra frente, os consumidores vão se sentir mais à vontade de querer, antes de ir até a loja. Ou, se não quiser ir à loja, mesmo quando acabar a pandemia, de fazer uma compra virtual”. Outros dois procedimentos que vêm sendo realizados são o drive thru, onde os clientes recebem a mercadoria em seus veículos, com toda segurança necessária, e o delivery, onde os produtos são entregues em casa mediante o pagamento de uma taxa.

Fortalecimento do e-commerce
O Diretor Comercial do Grupo Normatel diz apostar bastante no e-commerce, entretanto, ele não pode ser estático, já que precisa de atendimento diversificado. “Pretendemos sim trabalhar com isso. Apesar de que a loja física continua funcionando e continua crescendo do mesmo jeito, a venda online é algo que vem para agregar. No nosso ramo de material de construção, o consumidor já vai querer vir com alguma ideia de produto, já vai querer ter conversado com o vendedor antes. Então, continuaremos investindo no atendimento online, via Whatsapp ou alguma outra ferramenta que se assemelhe, em conjunto com o e-commerce e a entrega imediata”, avalia.

Perspectivas pós-pandemia
Quando questionado sobre o futuro, Antônio Mello fala que diversas mudanças irão ocorrer. Conforme assevera, a economia ficará balançada, afinal, não haverá tanto dinheiro em circulação nos meses vindouros. “Acredito que próximo ano poderemos ver as coisas melhorarem, a economia voltar ao que era para começar a se recuperar. A economia já estava muito melhor e, esse ano, tínhamos muita expectativa positiva. Os planos foram adiados para 2021. Queremos voltar a contratar o quanto antes, voltar aos parâmetros de potencial que já estavam previstos”, afirma.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection