MICROCRÉDITO DE R$ 100 MILHÕES

Governo do Ceará assina os primeiros contratos de beneficiários do Ceará Credi

Por Marcelo - Em 19 de julho de 2021

O Governo do Ceará realizou nesta segunda-feira (19), a assinatura dos primeiros contratos do Programa Ceará Credi, que num primeiro momento vai liberar R$ 100 milhões para investimentos em microcrédito produtivo orientado, objetivando acelerar a retomada econômica, tão afetada pela pandemia de Covid-19.

O evento virtual foi comandado pelo governador Camilo Santana e teve a participação de beneficiários de todas as macrorregiões do Ceará e contou com a presença da vice-governadora Izolda Cela; do secretário Maia Júnior (Sedet); do presidente da Adece, Francisco Rabelo, e de Joaquim Melo, gestor do Instituto E-Dinheiro.

Camilo cumprimenta um dos beneficiados com o Ceará Credi                         Foto: Divulgação

“Hoje estamos assinando os primeiros contratos dos beneficiados com o Ceará Credi, um programa de inclusão financeira aos que mais precisam, e que tem como objetivo ampliar oportunidades de trabalho e renda para empreendedores formais e informais, trabalhadores autônomos e agricultores familiares por meio do acesso ao crédito e capacitação”, disse o chefe do Executivo Estadual.

Ele lembrou, ainda, que poderão ser financiados quaisquer ramos de atividade econômica, como o artesanato, comércio, serviços e empreendedorismo social e cultural, tanto para fortalecer negócios já existentes quanto para abrir um novo negócio. “E com uma vantagem em 2021: taxa de juros zero e um pagamento subsidiado com desconto de 10% para quem pagar em dia”, explicou Camilo Santana.

O programa já conta com 30.187 mil pessoas inscritas, que estão tendo seus cadastros analisados e podem ter acesso a créditos que variam de R$ 500,00 a R$ 5 mil. Após análise de elegibilidade e priorização, o atendimento é feito por meio de um dos 108 agentes de crédito, que estão alocados em 47 postos de atendimento distribuídos em todo o Ceará, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho.

Quadro mostra um resumo do que está sendo disponibilizado pelo Ceará Credi

Seguindo o fluxo de atendimento, os agentes de crédito entram em contato com o cliente cadastrado para levantamento de dados sobre o negócio e análise da proposta de crédito, de forma virtual ou presencial. Uma vez aprovada, o contrato é assinado, também de forma presencial ou virtual e a liberação se dá pelo Aplicativo Financeiro do Instituto E-Dinheiro, parceiro na tecnologia financeira do Ceará Credi.

“Estruturamos novos programas e rompemos paradigmas no Estado. Pela primeira vez estamos nos voltando para as pequenas empresas, aos microempreendedores individuais (MEIs), e principalmente, aos mais vulneráveis. O Ceará tem um olhar voltado para os pequenos, é um compromisso assumido por essa gestão, Mesmo em um momento de tanta dificuldade, estamos prestigiando a quem nunca foi olhado antes”, ressaltou Maia Júnior

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection