18 de janeiro de 2021

SARTO EXPLICA EM COLETIVA

Fase inicial da vacinação em Fortaleza vai imunizar 40 mil pessoas com prioridade

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, apresentou na tarde desta segunda-feira (17), junto com a secretária municipal de Saúde, Ana Estela, o Plano Municipal de Imunização da capital cearense. Inicialmente, ele agradeceu a toda a equipe da SMS, que com os integrantes da Sesa, nos últimos dias praticamente não dormiu. Informou que as quatro fases prioritárias incluem 732.918 pessoas, mas neste primeiro momento serão disponibilizadas 80 mil doses para a Capital, suficientes para vacinar 40 mil pessoas.

Lembrou que, na madrugada de ontem, estes profissionais incluíram duas novas prioridades: os deficientes e os cuidadores de idosos que estão em instituições de longa permanência. Hoje a Prefeitura de Fortaleza tem 79 equipes compostas por cinco pessoas, que teriam condições de vacinar 14 mil pessoas por dia, caso o município tivesse o volume de vacinas disponíveis. Neste primeiro momento não haverá vacinação nos postos de saúde.

José Sarto explicou que a vacinação inicial abrangerá profissionais de saúde, idosos e deficientes                       Foto: Divulgação

“E temos outras 70 equipes que fazem a vacinação domiciliar, a exemplo do que aconteceu com a H1N1, e elas têm condições de visitar 2.100 residências, não quer dizer 2.100 pessoas, pois às vezes há mais de uma pessoa necessitando de vacinação. Portanto, se tivéssemos vacinas disponíveis, teríamos condições de resolver a primeira fase em uma semana e meia”, afirmou Sarto.

O início da vacinação de será imunizar entre 30% e 34% dos profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia do novo coronavírus. Lembrou que 80 mil doses virão para Fortaleza, mas ressaltou que serão duas doses por pessoa, num prazo pré-determinado.

A secretária Ana Estela salientou que não houve um pico tão elevado no número de mortes em Fortaleza nas últimas semanas. No total de casos de suspeitos e de pessoas com necessidade de internação também não foi tão alto nessa segunda onda de Covid-19 na capital cearense.

Destacou que o objetivo do Plano Municipal de Imunização será alcançar a cobertura vacinal para os grupos prioritários, à medida que a Prefeitura de Fortaleza receba as doses do Ministério da Saúde e sejam distribuídas pelo Governo do Ceará, contribuindo para a interrupção da circulação do vírus na Capital.

A vacinação iniciará pelas equipes de enfermarias e UTIs que tratam de pacientes com Covid-19, equipes das ambulâncias do Samu, UPAs, emergências dos hospitais de portas abertas, vacinadores, laboratórios, centros de coleta e profissionais de estratégia de saúde da família, agentes comunitários e de combate às endemias, pois têm uma exposição inerente ao seu dia a dia de trabalho.

Em seguida haverá a vacinação da população em geral, à medida que novas doses da vacina cheguem à capital cearense. “Mas a arma fundamental nesse primeiro momento é a informação, a comunicação, para que não haja o prejuízo, pois estamos em pandemia. Este é um momento muito rico, de muita esperança, mas também de ter paciência e seguir as recomendações das autoridades sanitárias. Vamos tentar fazer a vacinação em dois equipamentos de Fortaleza, ainda esta noite”, completou José Sarto. O detalhamento do plano pode ser encontrado no link: https://www.fortaleza.ce.gov.br/images/Plano_de_vacina%C3%A7%C3%A3o_Covid19_2.pdf

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection