ENVOLVIMENTO EM MOTIM

Evandro Leitão instala CPI para investigar as associações de militares no Ceará

Por Marcelo - Em 12 de agosto de 2021

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Evandro Leitão, determinou a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito que deverá investigar o suposto financiamento de associações de policiais e bombeiros militares que teriam se envolvido no motim de PMs em fevereiro do ano passado, numa atuação semelhante a sindicatos, o que é proibido pela legislação militar.

Evandro Leitão quer definir integrantes da CPI na próxima terça-feira             Foto: Divulgação

Inicialmente, Evandro Leitão realizou a leitura do parecer favorável da Procuradoria da Assembleia com relação à abertura da CPI, visando investigar esta situação, de acordo com a proposta protocolada pelo deputado Romeu Aldigueri, ainda em fevereiro de 2020, que teve a assinatura de 31 parlamentares.

A instalação da CPI ocorreu durante a Ordem do Dia da sessão plenária de hoje e os líderes dos partidos devem indicar seus integrantes até três dias após a publicação do requerimento da CPI no Diário Oficial do Estado. O prazo para as investigações será de 120 dias.

Evandro Leitão marcou uma reunião com as lideranças partidárias para a próxima terça-feira (17), a partir das 10 horas, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa, para a definição dos nomes dos deputados – titulares e suplentes – que integrarão a nova CPI.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection