19 de fevereiro de 2021

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Evandro Leitão apoia decreto do Governo e implementa medidas mais restritivas

O presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão (PDT), declarou total apoio ao novo decreto governamental de isolamento social, anunciado pelo governador Camilo Santana, que vale até o dia 28 de fevereiro. E justificou seu posicionamento por causa da elevação dos casos de Covid-19 no Estado.

Segundo ele, o Ceará atingiu o ponto mais baixo da pandemia em setembro de 2020, quando, em todo o Estado, 49 pessoas estavam internadas em leitos de UTI para Covid e 470 pessoas foram tratadas em enfermarias. No último dia 18 de janeiro, 226 pessoas estavam em UTIs e 581 em enfermarias. Já nesta quarta-feira, haviam 652 pacientes em UTIs e 1.026 em enfermarias.

Evandro Leitão destacou a elevação dos casos de contágio no Ceará              Foto: Divulgação

“Uma demanda que dobrou em um mês”, ressaltou Evandro Leitão. Nas 12 UPAs de Fortaleza, conforme citou o deputado, em abril de 2020, no pico da pandemia, 12.265 pessoas foram atendidas com suspeita do vírus. Em janeiro de 2021, 3.728 pessoas foram recebidas com suspeitas de contágio, chegando a 10.909 este mês.

“Estamos em um quadro muito próximo ao que tivemos no pico da pandemia, que ocorreu em abril do ano passado. Por isso é de grande importância respeitarmos essas recomendações do Governo do Estado, que tem como principal objetivo salvar vidas”, ressaltou o parlamentar.

Evandro Leitão anunciou ainda que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa também se reuniu e reconfigurou o quadro de funcionamento da Casa no período em questão, adotando medidas de isolamento mais restritivas e realinhando as atividades essenciais, conforme o estabelecido no decreto governamental.

Foi suspenso o atendimento ao público pelos órgãos da Casa; dos cursos da Escola Superior do Parlamento Cearense, exceto aqueles que possam ocorrer à distância, e das aulas do projeto Alcance; sessões plenárias e ordinárias devem ser realizadas por meio de solução tecnológica, que possibilite o formato híbrido (presencial e remoto).

Solenidades e homenagens estão suspensas durante a vigência do decreto governamental, a menos que possam ser realizadas de forma remota. Além disso, todas as quartas-feiras a Mesa Diretora da AL Casa se reunir para reavaliar as medidas que foram adotadas.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection