21 de agosto de 2020

SEGURANÇA HÍDRICA

Domingos Neto participa do início de abastecimento do Cinturão das Águas

O deputado federal Domingos Neto, participou junto com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, do acionamento das comportas no Reservatório Jati, nesta quinta-feira (20), fazendo com que as águas do Eixo Norte do empreendimento fossem liberadas para o Cinturão das Águas do Ceará.

Domingos Neto garantiu R$ 140 milhões para as obras do CAC                     Foto: Divulgação

Ele teve uma participação ativa no processo, uma vez que o CAC recebeu, só este ano, investimentos de R$ 180 milhões, sendo que desse total uma significativa parcela de R$ 140 milhões tiveram origem de emenda parlamentar de Domingos Neto, quando foi o relator do Orçamento da União.

“Agora, as águas do São Francisco que saem de Jati vão percorrer mais de dez barragens do Cinturão das Águas. O acionamento da liberação da barragem foi feito ontem, com a presença do ministro Rogério Marinho. E R$ 140 milhões tiveram origem da minha emenda de relator do Orçamento da União”, ressaltou Domingos Neto.

Trata-se de um grande avanço do Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional, para garantir segurança hídrica à Região Metropolitana de Fortaleza a partir do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Aproximadamente 4,5 milhões de pessoas serão beneficiadas.

“Esse momento retrata os esforços de um governo que trabalha para emancipar o Nordeste, região que tem o destino de ser grande. A garantia de oferta de água é fundamental para isso. Além de ser fundamental à qualidade de vida e à saúde, é uma forma de impulsionar o desenvolvimento econômico regional”, disse Marinho.

Rogério Marinho, Domingos Neto e Danilo Forte acionam as comportas, em Jati 

Desde a chegada das águas do ‘Velho Chico’ ao Ceará, em junho deste ano, o Reservatório Jati atingiu nesta semana26,3 milhões de m³, o que representa 94,8% de sua capacidade total. É a partir dali que a água será transportada pelo CAC por 53 quilômetros, correrá nos leitos dos Rios Salgado e Jaguaribe até chegar ao Reservatório Castanhão, que abastece Fortaleza e cidades próximas.

O MDR já investiu, desde o ano passado, mais de R$ 170 milhões no CAC, dos quais R$ 63,3 milhões foram pagos neste ano. Executado pelo Governo do Ceará com recursos da União, o empreendimento está com 64,61% de avanço físico.

“Nesse mais de um ano e meio de governo Bolsonaro, proporcionalmente, registra-se o momento em que houve o maior volume de investimentos nas obras de Integração do Rio São Francisco e em todos os empreendimentos associados. Foram quase R$ 3 bilhões até agora”, destacou o ministro Rogério Marinho.

A Pasta seguirá, também, com o processo de enchimento de todo o Eixo Norte para garantir disponibilidade hídrica aos portais que atenderão a Paraíba e o Rio Grande do Norte. O trecho subsequente à Barragem Jati conta com 119 quilômetros de extensão, compostos por canais, três aquedutos, nove barragens e 19 quilômetros de túneis, para garantir abastecimento, também, a paraibanos e potiguares.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection