ADVOCACIA ADMINISTRATIVA

Ciro Gomes ingressa com notícia-crime no STF contra o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça, André Mendonça

Por Marcelo - Em 26 de março de 2021

O ex-ministro e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, ingressou com uma notícia-crime junto ao Supremo Tribunal Federal, no qual acusa o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça, André Mendonça, da prática de crime de advocacia administrativa, ou seja, patrocinar, direta ou indiretamente, interesse privado perante a administração pública.

Ciro Gomes quer que STF investigue possível advocacia administrativa           Foto: Divulgação

Na interpretação de Ciro, o inquérito aberto contra ele na Polícia Federal, a pedido do Ministério da Justiça, que atendeu a uma solicitação de Bolsonaro, visando investigar um possível crime contra a honra do presidente da República,seria uma maneira de utilizar a administração pública contra seus oposicionistas.

“No caso em apreço, tanto o presidente da República quanto o Ministro da Justiça e Segurança Pública utilizam-se dos cargos que ocupam para a consecução de interesses privados”, ressaltou Ciro Gomes, que impetrou a ação no STF, junto com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

A investigação que foi aberta contra Ciro Gomes na Polícia Federal diz respeito a uma entrevista que ele concedeu à Rádio Tupinambá, de Sobral, em novembro último, solicitando que ninguém votasse em candidatos apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro, a quem teria chamado de ladrão.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection