8 de julho de 2020

AÇÕES CORRETAS

Ceará já registra mais de 101,6 mil pessoas recuperadas da Covid-19

Mais de 101,6 mil pessoas se recuperaram de Covid-19 no Ceará, até a tarde desta quarta-feira (8), de acordo com o boletim do IntegraSUS. O titular da Secretaria de Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, ressalta a importância das vidas salvas durante a pandemia. E representam a prova de que as medidas adotadas no Ceará pelo governador Camilo Santana, têm sido acertadas.

Dr. Cabeto e Camilo Santana estão à frente das decisões                             Foto: Divulgação

“Essas vidas significam o resultado do trabalho de todos aqueles que fazem parte do sistema de saúde, significa o trabalho de um Estado inteiro. É resultado, ainda, das atitudes dos cidadãos que ajudaram a colaborar, obedecendo ao isolamento social, usando máscara e protegendo seus familiares”, afirmou.

Valdeci Ferreira Rodrigues, 54 anos, está entre os pacientes recuperados. Depois de sete dias internado, ele recebeu alta na última terça-feira do Hospital Geral Dr. César Cals, pertencente à rede estadual, onde trabalha como maqueiro há 21 anos.

“Quando soube que estava recuperado e que podia ir para casa, eu senti só alegria. Agradeci primeiramente a Deus por tudo e depois a todos que estiveram me ajudando nesse momento”, afirmou.

O infectologista Keny Colares, do Hospital São José, disse que o processo de recuperação dos pacientes acontece de duas formas. A primeira, a “cura clínica”, ocorre quando não há mais sintomas da doença.

Já a segunda, a “cura microbiológica”, significa que o organismo do paciente eliminou totalmente o vírus, algo que pode demorar mais para acontecer. Mas essa situação varia muito de pessoa para pessoa.

O Ceará tem 128,4 mil casos de coronavírus confirmados até a tarde de hoje e ainda não há vacina contra a Covid-19. Por isso, a prevenção é fundamental no enfrentamento à doença.

É importante que a população continue respeitando as medidas decretadas pelo Governo do Ceará, mantendo o uso de máscaras, o distanciamento social e, especialmente, a higienização correta da mãos e do ambiente.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection