9 de março de 2021

RESULTADOS POSITIVOS NA REDE

Camilo lidera ranking de engajamento de internatutas entre todos os governadores

Com forte atuação nas redes sociais, o governador Camilo Santana ocupa posição de liderança no ranking de engajamento do qual participaram todos os 27 gestores estaduais brasileiros, alcançando a média de 25.256 interações com os internautas e bem à frente do segundo e terceiro colocados, Romeu Zema (MG) e Eduardo Leite (RS), que obtiveram médias de 18.509 e 18.407, respectivamente.

Já no saldo de seguidores no Instagram, Camilo também aparece na liderança do levantamento realizado pela plataforma MonitoraBR, no período compreendido entre 1 de março de 2020 e 1 de março deste ano. Ele computou 661.473 seguidores, ficando bem à frente de Rui Costa (BA), com 375.167.

Camilo Santana vem alcançando um nível de engajamento elevado entre os internautas                                     Foto: Divulgação

Ainda de acordo com o levantamento, esta ampliação significativa no volume de seguidores e de interações nas redes sociais foi verificado entre os governadores que têm uma posição crítica às ações pelo Governo Federal de combate à pandemia de Covid-19.

Camilo tem realizado Lives diárias, explicando o que o Governo do Ceará tem feito para ampliar a rede de atendimento público em saúde, a busca incessante por vacinas, reforço das equipes médicas, aquisição de insumos e EPIs, sempre com o intuito de salvar vidas.

Camilo obteve as melhores interações nas três principais redes sociais do Brasil 

E esse trabalho tem dado um resultado muito positivo, afinal na soma de interações médias, que representa o total de reações, respostas e compartilhamentos em cada post, dividido pelo número de posts publicados no Instagram, Facebook e Twitter, o chefe do Poder Executivo cearense chegou a 25.256.

Apesar de ter a maior base de seguidores no Facebook frente aos demais, o governador de São Paulo, João Dória – considerado o maior crítico do governo o presidente Jair Bolsonaro -, foi o único a registrar variação negativa na rede, com redução de quase 120 mil seguidores.

Já Camilo Santana e Hélder Barbalho (PA), que também tecem duras críticas às ações de Bolsonaro na pandemia de Covid-19, têm obtido os melhores resultados, pois tiveram quase 500 mil reações favoráveis do que reações negativas no período analisado.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection